Resenhas :: Perdida no Paraíso

Essa vai ser a resenha mais difícil que eu já escrevi até agora, afinal Perdida no Paraíso me afetou de tantas maneiras que me encontro perdida na hora de escolher as palavras certas. Como uma autora ainda desconhecida para os brasileiros, Bethys Oliveira trás em seu livro de estréia um grande taleto para contar estória, entretanto nem tudo é perfeito e é por essa razão  que me encontro angustiada na hora de escrever essa resenha. Então, vamos a ela!

Título: Perdida no Paraíso
Autora: Bhetys Oliveira
Editora: Arwen
Páginas: 367
Opções de livro impresso: Arwen Store

 

Sinopse: Kristen Berkeley já não era mais a mesma. Após a morte de sua irmã gêmea, ela é mandada para morar com o pai em Nova York.
Longe de seu passado, tudo o que Kristen deseja é poder recomeçar sua vida e esquecer os verdadeiros motivos que lhe levaram até aqui.
No entanto, tudo muda quando ela conhece Landon Parker. Um jovem impulsivo e rebelde, que ver em Kristen algo mais do que uma simples conquista.
Perdida no paraíso é uma história de superação e recomeço, que vai mudar para sempre a vida desse casal, que terá que lutar contra todos os segredos que dificultam o tão sonhado Feliz Para Sempre.

Continuar lendo

Anúncios

Resenha: Um Mundo Sem Príncipes


Título:
Um Mundo Sem Príncipes (Escola do Bem e do Mal #2)
Autor: Soman Chainani
Editora: Gutenberg
Páginas: 320
Opções de livro impresso: Buscapé

Livro cedido para resenha pela editora
Essa resenha não contém spoiler do primeiro volume (leia a resenha)

Sinopse: Nesta esperada continuação de A Escola do Bem e do Mal, as melhores amigas Sophie e Agatha estão de volta ao seu lar, em Gavaldon, para viver seu desejado final feliz, certas de que seus problemas terminaram. Mas a vida não é mais o conto de fadas que elas esperavam. Quando Agatha escolhe um fim diferente para sua história, ela acidentalmente reabre os portões da Escola do Bem e do Mal, e as meninas são levadas de volta para um mundo totalmente modificado. Agora, bruxas e princesas moram juntas na Escola para Meninas, na qual são inspiradas a viver uma vida sem príncipes. Tedros e os meninos estão acampados nas antigas Torres do Mal, onde os príncipes se aliaram aos vilões, e uma verdadeira guerra está se armando entre as duas escolas. O único jeito de Agatha e Sophie se salvarem é procurando restaurar a paz. Será que as amigas farão as coisas voltarem ao que eram antes? Sophie conseguirá ficar bem com Tedros nessa caçada? E o coração de Agatha, pertencerá a quem? O felizes para sempre nunca pareceu tão distante.

Eis que depois daquele final lindo e surpreendente de A Escola do Bem e do Mal as coisas ainda não terminaram para Agatha e Sophie. O conto de fadas delas ainda está sendo escrito, porém agora com um problema muito maior do que  afirmar qual garota é do bem e qual é do mal (mesmo que este ainda é um assunto abordado neste volume). Eu não achei que o autor conseguiria dar uma boa sequencia para a história mesmo tendo gostado tanto do primeiro. Como leitora não consegui imaginar que caminho ele iria tomar na história das meninas e fui surpreendida a cada capitulo deste volume. Acredito que pela primeira vez acabei amando a sequencia de uma trilogia logo de cara, já que geralmente temos a tal maldição do segundo livro, né?

Continuar lendo

Entrevista com o autor:: Paulo Henrique Bragança

Oi oi gente ^^
Como estão vocês?
Hoje tem post para conhecer um pouco mais outro autor de um livro nacional que foi publicado pela parceira Editora Arwen: Paulo Henrique Bragança!

 

Ele é autor de Lexus – O Despertar da Escuridão, que tem resenha aqui no blog Link da Resenha.
O post será o mesmo modelo e mesmas perguntas da entrevista feita com Ricardo de Jesus (para quem não leu aqui está o Link).

 

Vamos conhecer o autor então! 😀

 

11752452_977622732278877_8221045950848816158_n

Continuar lendo

Resenhas :: Uma Curva no Tempo

curva no tempo

 

Título: Uma Curva no Tempo

Autor: Dani Atkins

Editora: Arqueiro

Páginas: 256

Onde costumo comprar (Opções de livro impresso): Saraiva | Submarino

 

 

Sinopse: A noite do acidente mudou tudo… Agora, cinco anos depois, a vida de Rachel está desmoronando. Ela mora sozinha em Londres, num apartamento minúsculo, tem um emprego sem nenhuma perspectiva e vive culpada pela morte de seu melhor amigo. Ela daria tudo para voltar no tempo. Mas a vida não funciona assim… Ou funciona?

A noite do acidente foi uma grande sorte… Agora, cinco anos depois, a vida de Rachel é perfeita. Ela tem um noivo maravilhoso, pai e amigos adoráveis e a carreira com que sempre sonhou. Mas por que será que ela não consegue afastar as lembranças de uma vida muito diferente?

Não vou dizer que amei o livro. Na verdade, comprei-o há muitos meses, dei algumas chances à leitura, desisti e apenas retomei durante as férias em uma tentativa de ler todos os livros abandonados em minha estante. A história demorou a fluir, mas me forcei a ultrapassar a parte em que havia parado anteriormente – parte inicial. Não vou dizer que foi excepcionalmente emocionante, mas “Uma Curva no Tempo” teve seus pontos positivos e conseguiu me agradar um pouco ao longo de sua história.

Rachel tinha tudo para ter uma vida perfeita: era razoavelmente bela, tinha um namorado lindo e rico, ótimos amigos de longa data e um futuro promissor como jornalista. Todavia, pouco antes de ir para a faculdade, Jimmy, seu melhor amigo, morre em um acidente ao tentar salvá-la, e a lembrança deste dia nunca mais sairá de sua mente, da mesma forma que a longa cicatriz em seu rosto. Continuar lendo

Resenha: Malicias e Delicias


Título:
Malícias e Delícias
Autor: Tara Sivec
Editora: Valentina
Páginas: 304
Opções de livro impresso: Buscapé

* livro cedido em parceria com a editora

Sinopse: CUIDADO: Esta história de amor pode matar você de tanto rir. Ah, e está escandalosamente lotada de porres homéricos e, hummm, sexo da melhor qualidade! Claire é uma espirituosa jovem de vinte e poucos anos que trabalha num bar (não era esse o plano, mas…) e, muito a contragosto, resolveu ajudar a melhor amiga (uma expert em malícias) a vender brinquedos eróticos bem safadinhos. Na verdade, seu sonho é viver de delícias, ou melhor, abrir uma confeitaria dedicada exclusivamente a doces, cookies e bolos feitos com muuuito chocolate. Quando Carter, um rapaz que conheceu numa festa de faculdade e com quem passou uma única noite (o suficiente para mudar sua vida para sempre!), reaparece na cidade sem demonstrar reconhecê-la, a não ser pelo profundo aroma de chocolate que Claire exala no ar, ela se mostra determinada – aaaai que loucura! – a fazê-lo nunca mais se esquecer dela. Só que existe uma terceira pessoa na relação (divertidíssimo, porém desbocado e inconveniente). Alguém que Carter desconhece e que, das duas uma: ou o obrigará a comprar uma passagem só de ida para o Polo Norte ou o fará o homem mais feliz do mundo!!!

Não se deixe enganar por essa capa. Sim, já falo logo de cara isso pois SEMPRE que surge o assunto desse livro a galera só comenta da capa. Eu sei que ela é bem feinha, eu mesma já julguei ela, mas sabe que no fundo ela combina com o livro? Tem esse tom todo cômico e tudo mais. E ainda bem que histórias não se fazem pelas capas e por isso eu digo: dê uma chance para a leitura de Malicias e Delicias e você poderá acabar se divertindo muito.

É muito difícil ler um livro onde todos os personagens me agradam cem por cento e fiquei muito feliz ao concluir a leitura me sentindo desta forma. Claire é uma mulher engraçada e apesar de um pouco imatura ela é muito responsável. Já no primeiro capitulo é possível sentir o clima que o livro vai levar pela forma como ela narra os acontecimentos da sua vida. O que eu mais amei nela é a forma como ela coloca na mesa todas as coisas sem medo de ser ridícula e julgada. Ela é verdadeira consigo mesma. Sério, a literatura precisa de mulheres assim.  O livro não é narrado apenas por Claire, mas também por Carter o tal moço citado na sinopse que não vou revelar detalhes que não contém no texto pois é legal a forma a autora nos contou sobre determinadas coisas na obra. Carter é um cara super fofo e eu fiquei totalmente apaixonada por ele. Acho que todos os momentos que ele narrou eu acabei me divertindo muito mais pois tive a sensação de estar, de verdade, na mente de um homem. Quando ele estava com seus amigos e então conversam coisas que nós mulheres achamos idiotas, com brincadeiras bobas e piadas sujas. Foi ótimo de acompanhar.

Eu não acho que o livro conta com uma grande evolução dos personagens, mas não que isso seja ruim. Até porque também não senti a necessidade dos personagens evoluírem. O que eles precisavam era lidar com novas situações e entender o momento, para poder seguir com a vida e foi exatamente assim que eles fizeram. A questão é que o livro cumpre o que promete, fazendo o leitor rir. Não existe uma grande trama na história para ser resolvida e nem reviravoltas desnecessárias. Sério, se a autora resolvesse colocar algum elemento para impactar o leitor eu juro que ficaria muito brava. Tudo ocorreu muito bem da forma que foi, portanto obrigada Tara. 🙂

Em algum lugar no céu Jesus estava aos prantos. Ou talvez aquele fosse o som da minha dignidade estrebuchando.

“Ah, mas é um livro erótico?” NÃO! Sim, tem cenas de sexo mas ele não é erótico e as cenas não são chatas de se ler (além de não ser frequente). Assim como o restante do livro as cenas de sexo também contam com sua dose de comédia e a experiencia acabou sendo divertida de se acompanhar. Portando se você não é fã do genero acredito que não terá nenhuma dificuldade com este aspecto. A leitura vale muito a pena e o livro é curtinho, da para ler tranquilamente principalmente se você procura algo para divertir sem compromisso.

Resenha: Neuromancer


Título:
Neuromancer
Autor: William Gibson
Editora: Aleph
Páginas: 304
Opções de livro impresso: Buscapé
Livro cedido em parceria com a editora

Sinopse: Um hacker renegado, uma samurai das ruas, um fantasma de computador, um terrorista psíquico e um rastafari orbital num thriller sexy, violento e intrigante. De Tóquio a Istambul, das estações espaciais ao não-espaço da realidade virtual, o tenso jogo final da humanidade contra as Inteligências Artificiais…
Evoluindo de Blade Runner e antecipando Matrix, Neuromancer é o primeiro – e ainda hoje o mais famoso – livro de William Gibson. É considerado não só o romance que deu origem ao gênero cyberpunk, mas também o seu melhor representante. Edição especial com nova tradução, nova capa e projeto gráfico, novo prefácio e notas explicativas

Tá sendo bem difícil começar essa resenha. Eu poderia fazer como tantas outras e explicar a premissa da história, mas isso foge completamente do padrão que eu sigo nas minhas resenhas e provavelmente ficaria aqui mais para encher linguiça do que outra coisa. Porque digo isso? Bom, Neuromancer com toda certeza do mundo não é um livro fácil de ler e de compreender e acredito que principalmente para uma leitora como eu que não está habituada com o gênero ficção cientifica na literatura. Digo tudo isso não para justificar que eu achei o livro ruim ou algo assim, mas talvez para justificar o porque da minha resenha ser… estranha, ou até mesmo não satisfatória.

Continuar lendo

Resenhas :: Deadfall – A Caçada

deadfall-anna-carey-resenha

Título: Deadfall – A Caçada

Autor: Anna Carey

Editora: V&R

Páginas: 224

Onde costumo comprar (Opções de livro impresso): Submarino | FNAC

Sinopse: Há uma semana a garota acordou sobre os trilhos de Los Angeles sem se lembrar quem ela é. E descobriu que faz parte de um jogo. Mas a única coisa de que tem certeza é que estão tentando matá-la.
Depois de ter sido traída por seu único amigo, ela foge para Nova York com um garoto que diz conhecê-la. Mas será que pode confiar nele? O que adianta encontrar os outros? Quem são essas pessoas?
À medida que a perseguição esquenta, ela vai aos poucos recuperando a memória. Porém, seu passado não pode salvá-la, e um só movimento errado pode acabar com este jogo.

No início deste ano, escrevi a resenha de Black Bird, livro que antecede Deadfall, revelando que não esperava muito da história, mas acabei me apaixonando pelo livro e fiquei desesperada ao não encontrar a continuação nas livrarias físicas da minha cidade ou em livrarias nas quais costumasse comprar através da internet (já tive vários problemas com compras via internet e com os correios, motivo pelo qual evito este tipo de compra a não ser pela Saraiva, que entrega o pedido na própria livraria). Quando retornei ao Rio de Janeiro, passei na Fnac e adquiri meu exemplar, mas a euforia já tinha passado e outras continuações tomaram a prioridade. Então, quando comecei a ler no início deste mês, já tinha me esquecido um pouco do grande amor que tive pelo livro de Anna Carey. Porém, não tardei a recordar.

Depois de descobrir que seu amigo Ben era um traidor e de ser responsável pela internação de Izzy, você compra uma passagem para Chicago com a intenção de reconstruir sua vida e com a esperança de que os membros da organização que a estão caçando não a descubram lá. Porém, antes mesmo de embarcar, você o encontra. Aquele rapaz dos seus sonhos, dos fragmentos de uma memória que tenta retornar, está lá. Ele vai para Nova York buscar outros alvos. Seguir com ele pode ser perigoso, mas, se vocês estão vivos ainda, é porque conseguiram sobreviver juntos naquela misteriosa ilha de suas lembranças. Além disso, ele parece saber bastante sobre o seu passado – e ser uma importante peça dele. Talvez, no fim, reunir os alvos sobreviventes e caçar seus inimigos seja o único modo de sair dessa caçada. Continuar lendo

Entrevista com o autor:: Ricardo de Jesus

Oi oi gente ^^
Como estão vocês? Preparados para o feriado? 😀
Hoje tem post para conhecer um pouco um autor de um livro nacional que foi publicado pela parceira Editora Arwen: Ricardo de Jesus!
Ele é autor de Célula 2, que tem resenha aqui no blog Link da Resenha.

 

Vamos lá então!

 

12183977_914949868591430_6567989644594940832_o

Continuar lendo

Resenha:: O Enigma de Shalkas

Título: O Enigma de Shalkas

Autor: André C. S. Santos

Editora: Arwen

Páginas: 436

Gênero: Fantasia

Sinopse: Noah, cuidado por seu misterioso avô, o importuna por anos para que ele conte algo sobre seu pai, Wood, que desapareceu e nunca teve a oportunidade de conhecê-lo. Pela insistência do jovem, o velho decide falar toda a verdade obscura que fez seu pai ser obrigado a fugir e abandoná-lo. Mas, o que ele não sabe, é que por trás de toda a história seu avô escondeu algo que fez à Wood, e que nunca será perdoado, podendo acabar com as esperanças do jovem de um dia reencontrá-lo. A vida de Wood estava pré-destinada desde seu nascimento, mas seu passado e os motivos de sua vinda ao mundo, se tornou tão obscuras e repletas de mentiras, que agora busca a verdade sobre todo seu passado. Sua verdadeira história agora será revelada.

Continuar lendo

Resenha :: Labirinto de Ilusões | Bárbara Negrão

Título: Labirinto de Ilusões – Trilogia Labirinto #2

Autor: Bárbara Negrão

Editora: Novo Século

Páginas: 372

Onde costumo comprar (Opções de livro impresso): Saraiva

Sinopse: Com as revelações feitas recentemente Eva se sente em um labirinto de ilusões sem ter certeza de qual será seu próximo passo. Ela, Willian, Edgar e Dante, partem então em uma viagem para o outro lado do mundo, em busca de uma esperança que permita que fiquem no controle de suas vidas e em uma tentativa desesperada para conseguirem manter Eva a salvo. Mas tudo vai por água abaixo quando chegam lá, e nada sai como esperavam. Agora todos terão que correr contra o tempo enquanto tentam lidar com novas descobertas bombásticas, antes que toda a sociedade descubra o que Eva realmente é. Com novos personagens, que balançam as estruturas do relacionamento que Eva e Willian tentam manter em meio ao caos, esta nova aventura conta com muita ação, cenas de romance e revelações que irão te fazer não querer soltar o livro nem por um segundo até chegar ao fim.

Resenha

Tínhamos decidido meu futuro naquele dia. Nosso futuro, na verdade. Iríamos enfrentar o mundo todo dali para frente. Iríamos nos expor. E isso dava um medo de arrepiar. No entanto, aqui e agora, beijando esse homem, sentia que tudo era possível.

Continuar lendo

Resenha Dupla: :: Espada de Vidro e Coroa Cruel

espada-de-vidro-a-rainha-vermelha

Título: Espada de Vidro

Autor: Victoria Aveyard

Editora: Seguinte

Páginas: 496

Onde costumo comprar (Opções de livro impresso): Saraiva

Sinopse: O sangue de Mare Barrow é vermelho, da mesma cor da população comum, mas sua habilidade de controlar a eletricidade a torna tão poderosa quanto os membros da elite de sangue prateado. Depois que essa revelação foi feita em rede nacional, Mare se transformou numa arma perigosa que a corte real quer esconder e controlar.
Quando finalmente consegue escapar do palácio e do príncipe Maven, Mare descobre algo surpreendente: ela não era a única vermelha com poderes. Agora, enquanto foge do vingativo Maven, a garota elétrica tenta encontrar e recrutar outros sanguenovos como ela, para formar um exército contra a nobreza opressora. Essa é uma jornada perigosa, e Mare precisará tomar cuidado para não se tornar exatamente o tipo de monstro que ela está tentando deter.

coroa-cruel-a-rainha-vermelha

 

Título: Coroa Cruel

Autor: Victoria Aveyard

Editora: Seguinte

Páginas: 232

Onde costumo comprar (Opções de livro impresso): Saraiva

Sinopse: Duas mulheres — uma vermelha e uma prateada — contam sua história e revelam seus segredos. Em Canção da rainha, você terá acesso ao diário da nobre prateada Coriane Jacos, que se torna a primeira esposa do rei Tiberias VI e dá à luz o príncipe herdeiro, Cal — tudo isso enquanto luta para sobreviver em meio às intrigas da corte. Já em Cicatrizes de aço, você terá uma visão de dentro da Guarda Escarlate a partir da perspectiva de Diana Farley, uma das líderes da rebelião vermelha, que tenta expandir o movimento para Norta — e acaba encontrando Mare Barrow pelo caminho.
Esta edição traz, ainda, um mapa de Norta e um trecho exclusivo de Espada de vidro, o aguardado segundo volume da série A Rainha Vermelha.

 A série “A Rainha Vermelha” é uma série que gera controvérsias. Uns amam, outros odeiam, outros apenas leem para terminar, sem demonstrar alguma emoção maior. Quem leu a resenha de “A Rainha Vermelha” sabe que estou no grupo dos que amam a história. Gosto desse enredo mais sombrio que Aveyard construiu, unindo elementos de “Jogos Vorazes”, a “Seleção” e “X-Men”, embora nas continuações tenha se distanciado mais das duas primeiras histórias ao criar uma guerra entre pessoas com superpoderes sem grandes partes de romance. E, no que concerne às continuações, não me decepcionei. Pelo contrário, gostei mais ainda.

Decidi fazer uma resenha dupla com o segundo livro da série e com o livro de contos lançado entre o primeiro e o segundo livro. Como em todas as resenhas de continuações, sugiro que, se você não leu o primeiro livro, pule esta resenha e parta para a resenha do primeiro livro (link aqui). Não me responsabilizo por alguns spoilers quanto ao primeiro livro.

Continuar lendo

Resenhas :: P. S. Ainda Amo Você

p.s. ainda amo você

Título: P.S. Ainda Amo Você

Autor: Jenny Han

Editora: Intrínseca

Páginas: 304

Onde costumo comprar (Opções de livro impresso): Saraiva

Sinopse: Lara Jean sempre teve uma vida amorosa muito movimentada, pelo menos na cabeça dela. Para cada garoto por quem se apaixonou e desapaixonou platonicamente, ela escreveu uma bela carta de despedida. Cartas muito dela, muito pessoais, que de repente e sem explicação foram parar nas mãos dos destinatários.
Em Para todos os garotos que já amei, Lara Jean não fazia ideia de como sair dessa enrascada, muito menos sabia que o namoro de mentirinha com Peter Kavinsky, inventado apenas para fugir do total constrangimento, se transformaria em algo mais. Agora, em P.S.: Ainda amo você, Lara Jean tem que aprender como é estar em um relacionamento que, pela primeira vez, não é de faz de conta. E quando ela parece estar conseguindo, um garoto do passado cai de paraquedas bem no meio de tudo, e os sentimentos de Lara por ele também retornam.
Uma história delicada e comovente que vai mostrar que se apaixonar é a parte fácil: emocionante mesmo é o que vem depois.

2016 chegou com tudo, e várias continuações foram lançadas nestes dois primeiros meses. “Depois de Você”, “Espada de Vidro”… Estava até difícil escolher por qual começar. Li “Depois de Você”, porque fiquei inspirada pelo filme e, como ainda estava numa fase mais romance e menos ação, escolhi “P. S. Ainda Amo Você” para ler em seguida.

O livro é tão leve quanto o primeiro e de igual qualidade. Novamente a história demora um pouco para engatar, mas, quando engata, não para até acabar. Em questão de romance, talvez tenha gostado mais do primeiro. Em questão de maturidade e crescimentos dos personagens, escolho o segundo. Em um quadro geral, surpreendentemente, a continuação me ganha, pois gostei mais das atitudes de Lara Jean neste segundo livro.

Caso você ainda não tenha lido o primeiro, sugiro fortemente que fuja dessa resenha e parta para a resenha do primeiro livro (resenha aqui), antes que algum spoiler indesejado ganhe conhecimento – infelizmente, não há como a resenha de uma continuação não conter spoilers. Continuar lendo

Resenha: Prova de Fogo


Título:
Maze Runner: Prova de Fogo (Maze Runner #2)
Autor: James Dashner
Editora: Vergara & Riba Editoras
Páginas: 397
Opções de livro impresso: Buscapé

Sinopse: Mentiras. Armadilhas. Mortes. Traições.
O Labirinto foi só o começo… o pior está por vir. Depois de superarem os perigos mortais do Labirinto, Thomas e seus amigos acreditam que estão a salvo em uma nova realidade. Mas a aparente tranquilidade é interrompida quando são acordados no meio da noite por gritos lancinantes de criaturas disformes – os Cranks – que ameaçam devorá-los vivos. Atordoados, os Clareanos descobrem que a salvação aparente na verdade pode ser outra armadilha, ainda pior que a Clareira e o Labirinto. E que as coisas não são o que aparentam. Para sobreviver nesse mundo hostil, eles terão de fazer uma travessia repleta de provas cruéis em um meio ambiente devastado, sem água, comida ou abrigo. Calor causticante durante o dia, rajadas de vento gélido à noite, desolação e um ar irrespirável – no Deserto do novo mundo até mesmo a chuva é a promessa de uma morte agonizante. Eles, porém, não estão sozinhos – cada passo é espreitado por criaturas famintas e violentas, que atacam sem avisar. Manipulação, mentiras e traições cercam o caminho dos Clareanos, mas para Thomas a pior prova será ter de escolher em quem acreditar.

Quem leu a minha resenha de Correr ou Morrer sabe que minha percepção do livro foi totalmente estragada por causa do filme, então nesse segundo volume decidi não cometer o mesmo erro. A experiencia foi melhor? Sim. Mas mesmo assim continuo não gostando da saga (ainda faltam dois livros, quem sabe eu mudo até lá).

Até certo ponto achei legal a peregrinação dos meninos pelo deserto, porém aos poucos foi ficando mais e mais cansativa. Tive a sensação de nada acontecia na trama, por mais que sempre houvesse algo acontecendo. De fato, o livro não cai na monotonia mas ele não funcionou comigo. Talvez eu tenha esperado uma grande aventura, com várias baixas, mas foi só mais uma fase em que eles tiveram que passar e ah… apenas “ah”.  Continuar lendo

Resenhas :: Depois de Você

depois de você

Título: Depois de Você

Autor: Jojo Moyes

Editora: Intrínseca

Páginas: 320

Onde costumo comprar (Opções de livro impresso): Saraiva

Sinopse: Em Depois de você, Lou ainda não superou a perda de Will. Morando em um flat em Londres, ela trabalha como garçonete em um pub no aeroporto. Certo dia, após beber muito, Lou cai do terraço. O terrível acidente a obriga voltar para a casa de sua família, mas também a permite conhecer Sam Fielding, um paramédico cujo trabalho é lidar com a vida e a morte, a única pessoa que parece capaz de compreendê-la.
Ao se recuperar, Lou sabe que precisa dar uma guinada na própria história e acaba entrando para um grupo de terapia de luto. Os membros compartilham sabedoria, risadas, frustrações e biscoitos horrorosos, além de a incentivarem a investir em Sam. Tudo parece começar a se encaixar, quando alguém do passado de Will surge e atrapalha os planos de Lou, levando-a a um futuro totalmente diferente.

Mal saiu a continuação de “Como eu era antes de você” (resenha aqui), eu corri para a livraria para comprá-lo. Embora sempre haja um receio de que a continuação não atingirá as expectativas, não me importei. Infelizmente, não consigo dizer que “Depois de você” superou as minhas. É uma boa história, sem dúvidas. É engraçadinha, tem um romance agradável, um toque de emoção. E seria fantástica, se não fosse a continuação de outra.

Honestamente, não queria ser dura com a história, porque gostei dela como uma história à parte, dissociada da primeira. Isto porque a autora não  mostrou propriamente, de forma emocionante, como os personagens seguiram com suas vidas após “Como eu era antes de você”. Não costumo gostar de continuações cujo problema principal não possua ao menos indícios no livro anterior, e não foi diferente com este livro. Jojo Moyes criou uma nova história e justificou-a com aquela simples justificativa de “ele não sabia, lidem com isso”. Gostaria mais se ela tivesse focado em como a vida realmente seria sem a “bomba” que ela joga aos personagens e aos leitores.

Falar sobre a história é um pouco difícil, justamente porque essa reviravolta é o que dá movimento a toda a história. Tentarei, então, fazer uma análise sem dar spoilers, na medida do possível. Continuar lendo

Resenha:: Os Robôs da Alvorada | Isaac Asimov

Título: Os Robôs da Alvorada – Série de Robôs #3

Autor: Isaac Asimov

Editora: Aleph

Páginas: 542

Onde costumo comprar (Opções de livro impresso): Livraria Cultura

Sinopse: Em meio à mais evoluída colônia humana fora da Terra, ocorre um crime sem precedentes: um robô humaniforme é assassinado, colocando em xeque a reputação de um importante estudioso daquele planeta, único suspeito do crime. O detetive Baley é convocado para investigar esse complexo assassinato, sem imaginar que sua segurança está em risco, assim como o destino da própria humanidade.

Resenha

(…) Mas talvez chegue o dia em que alguém elabore as Leias da Humânica e então possa prever os traços gerais do futuro; e possa saber o que poderia estar reservado para a humanidade, em vez de apenas adivinhar, como estou fazendo; e saber como agir para melhorar as coisas, ao invés de fazer especulações. Às vezes, sonho em fundar uma ciência matemática, que imagino como ”psico-história”, mas sei que não vou conseguir e temo que ninguém conseguirá.

Continuar lendo