Início » Filmes » Top: 5 filmes para superar a fossa

Top: 5 filmes para superar a fossa

lola-versus-01

Sabe aquela época em que a última coisa em que você quer pensar é num romance bem sucedido? Sabe quando você está deprimido porque o amor parece não retribuir o sentimento? Sabe quando você quer ver um filme em que o amor entre duas pessoas inicialmente apaixonadas não vença? Ou sabe quando você quer apenas mostrar ao mundo que é possível ter um final feliz sozinho? Então veja a lista de filmes que separei para superar a fossa ou apenas para não ver um casal lindo e meloso ficando juntos no final da história.

 

5º lugar – E o vento levou

Querem clássico melhor para se desapegar do amor? Scarlett O’Hara era uma mulher linda, rica e geniosa, que nunca pode ter o amor que quis, porque o seu amado, Sr. Ashley, era apaixonado por sua prima Melanie. Tentou ser amiga da família deles depois do casamento. Casou por interesses. Ignorou todas as investidas do sedutor Rhett Butler. Até que se descobriu apaixonada por ele. Casou, depois de alguns dramas e obstáculos, e teria uma linda história de amor pós-guerra, se sua vida não fosse uma tragédia. O relacionamento já estava muito desgastado em razão das personalidades dos amantes e ele apenas decai com um triste acontecimento na vida do casal. No fim, a única coisa que resta a O’Hara é Tara, a terra de onde partiu, ou seja, quem ela é e quem ela sempre será.

e-o-vento-levou

4º lugar – Ela

Theodore não consegue superar  fim do casamento e, após frustrantes tentativas de relacionamento (por telefone ou encontros arranjados), acaba se apaixonando pela linda voz em seus aparelhos eletrônicos, a quem chama de Samantha. A tecnologia de inteligência artificial recria uma personalidade ilimitada. O problema é que, como qualquer coisa dotada de vontades próprias, o programa também pode fazer suas escolhas. O que poderia ser um relacionamento perfeito para Theodore, começa a apresentar problemas quando Samantha cria uma vida própria na rede de informações –  se o nosso mundo já é vasto, imaginem viver dentro da internet. Theodore, então, descobre que nem mesmo um amor criado nos moldes de nossos anseios é perfeito, pois exige comprometimento e compreensão de ambos os lados. E, por fim, supera duas diferentes fossas.

HER

3º lugar – Mesmo se nada der certo

Gretta e Adam Dave Levine eram perfeitos juntos: um casal descolado que compõe músicas linda. O último presente de Gretta para Dave, por exemplo, foi a linda letra de Lost Stars. Só que Dave consegue um contrato e deixa a fama subir à cabeça. Gretta ainda está na fossa quando é encontrada pelo fracassado produtor Dan, e juntos eles traçam um novo caminho na música. Ok, Dan se resolve com a família e tem um final amorosamente feliz junto a alguém. Mas não foi junto à protagonista pelo menos. E Gretta, personagem merecedora deste posto, trilha seu caminho sozinha, esnobando a fama que seu ex tanto quis. Não importa se teve uma balançada no meio do caminho ou se todos pensaram que ela e Dave voltariam. Gretta continuou fiel a quem era e ao que queria, mesmo que isso significasse ter que deixar Dave no passado.

mesmo-se-nada-der-certo

2º lugar – (500) dias com ela

Tom encontra Summer e sabe que ela é o amor da sua vida. Ao longo do filme ele narra como sua relação foi de não amor a amor e novamente ao não amor. Tom e Summer vivem dias felizes juntos, mas nada parece ter sido real quando Summer decide terminar tudo e, mais do que isso, envolve-se em outro relacionamento, entregando-se completamente. Boa parte das pessoas odeiam Summer, por acharem que ela apenas usou Tom. Não digo que eu goste dela, porque não sou fã da Zoe Deschanel – meu desgosto sempre passa aos personagens -, mas defendendo-a, ela apenas não se entregou tanto quanto Tom e, comparativamente, parece que foi pouco. Todavia pensem no quanto Tom cresceu depois do término. Acho que ele é que estava colocando o fardo de sua felicidade nas costas de outra pessoa. Regra nº 1 da vida: entenda que ninguém é responsável pela sua felicidade. Tom supera isso, perdoa Summer por suas escolhas e ainda cresce profissionalmente. Tom supera o verão – nunca vou superar que ele conhece a Autumn (Outono) no final.

500-dias-com-ela

1º lugar – Lola Versus

Se você ainda não assistiu a esse filme, está perdendo a chance de entender o porquê de ele tão disparadamente merecer estar aqui. Não há explicações sobre o quanto Lola Versus ensina sobre não estar em um relacionamento. É uma comédia leve em que a protagonista já começa sendo bombardeada pelas influências de Saturno. Na véspera de seu casamento, Lola é deixada por seu noivo Luke. Ela, obviamente, entra em desespero, porque não sabe viver sozinha. Corre atrás dele, tem recaídas e se arrepende. Tenta ter algo com o melhor amigo; estraga a relação. Tenta ter algo com um desconhecido; escolhe qualquer um e acaba com um louco. E quando vê que todos estão seguindo em frente, ela descobre o que sempre fez de errado: Lola nunca viveu, sempre colocou sua vida na vida dos outros, vendo-se neles ao invés de amá-los realmente. Para finalizar, Lola dá a volta por cima, esnoba alguém que deseja voltar a um posto que não mais lhe pertence e espera seu próximo aniversário sozinha, mas plenamente feliz.

Photography By Myles Aronowitz

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s