Início » Filmes » Filmes :: Ginger & Rosa

Filmes :: Ginger & Rosa

ginger_&_rosa

 

Título: Ginger & Rosa

Diretor: Sally Potter

Ano de Lançamento: 2012

Gênero: Drama

Elenco: Alessandro Nivola, Alice Englert, Christina Hendricks e Elle Fanning.

 

Sinopse: Londres, 1962. Ginger (Elle Fanning) e Rosa (Alice Englert) são amigas inseparáveis. Elas sonham com uma vida melhor que as de suas próprias mães, sempre presas à rotina doméstica, mas a crescente ameaça de uma guerra nuclear as amedronta. Não demora muito para que ambas entrem em conflito com as mães, ao mesmo tempo em que passam a idolatrar Roland (Alessandro Nivola), o pai pacifista de Ginger. Ele encoraja a filha a “lutar contra a bomba”, mas aos poucos Rosa demonstra ter outros interesses envolvidos.

Há muito tempo ouvia falar sobre a qualidade do filme “Ginger & Rosa”, mas somente há pouco disponibilizei um tempo para assistir ao filme – ele está no rol de filmes da rede Netflix, para quem se interessar. Quando o vi, pude confirmar a qualidade da obra. É um filme com boa imagem e boa história, que retrata a transformação de duas adolescentes em mulheres durante a a Guerra Fria.

Ginger e Rosa nasceram no mesmo dia de 1945, ano em que a Segunda Grande Guerra terminou. Cresceram próximas e tornaram-se grandes amigas, superando juntas os problemas pelos quais passaram, como a partida do pai de Rosa e as crises no casamento dos pais de Ginger. Elas acreditavam que a amizade duraria para sempre, mas nada foi como planejado. Enquanto Ginger estava focada em lutar contra a ameaça de uma guerra nuclear, Rosa desejava apenas encontrar um grande amor, o qual poderia estar no local mais improvável. 

Quando Roland, o pai de Ginger, decide se separar, tudo parece desmoronar nessa amizade. Ginger está cada vez mais descontente com a depressão de sua mãe, Natalie, e a falta de aceitação quanto às suas ideias não convencionais, como sua falta de interesse em dedicar-se às disciplinas que as mulheres da época deviam aprender para se tornarem boas donas de casa. Contudo, viver com Roland não parece uma saída razoável, uma vez que ele se recusa a agir como um pai.

ginger_&_rosa_06

Eu queria poder entregar toda a história do filme para poder discutir as atitudes de alguns personagens, mas não seria ético da minha parte fazer isto em uma resenha. Por ora, digo que os personagens foram bem desenvolvidos e as atuações foram boas. O personagem de Roland, por exemplo, começa como um ídolo não somente na mente das meninas, mas também na visão daqueles que assistem ao filme. Todavia, traços de sua personalidade que mais tarde farão a diferença já são revelados, como sua recusa em ser chamado de pai. No final da história, já quase não conseguia olhar para ele e não sentir nojo pela insensibilidade que demonstrava em relação a sua filha e por sua arrogância ao pregar ideias pacifistas e desprezar as ideias que Ginger começava a apoiar.

A personagem Rosa, por sua vez, embora figure no título, não possui tanto destaque no filme quanto Ginger, esta sim a protagonista. A obra gira em torno da análise de Ginger, de sua descoberta enquanto ser político e de sua descoberta enquanto amiga. Rosa é a menina deslumbrada, que quer fugir de seu passado e do que sua mãe se tornou, vindo justamente a encontrar o destino que não queria, embora não consiga reconhecer isso. Assim como Roland, foi uma personagem capaz de demonstrar insensibilidade extrema, embora de uma forma um tanto diferente. E Ginger era aquela que via tudo, que tentava gritar, mas não conseguia e que, ao ver a destruição de sua vida, passou a focar na destruição do mundo. Ninguém pode dizer qual era a autenticidade de sua rebeldia.

ginger_&_rosa_04

O interessante é que o filme não delimitou a temática da amizade e a temática da política, mas uniu-as de forma a tornar-se um único tema. “Ginger & Rosa” conseguiu trazer a influência da política na vida pessoal de duas jovens que nada possuíam de extraordinário e a influência das experiências pessoais na vida política delas. Ainda, tratou de temas como machismo e feminismo – as palavras, em momento algum, foram levantadas, mas tem-se a perspectiva de Ginger, uma jovem que não quer seguir os padrões que sua mãe seguiu, e tem-se a perspectiva de Natalie, uma mulher que abandonou todos os sonhos pelo marido pacifista e escritor e que precisa reorganizar sua vida após ser deixada por ele -, o tema do armamento nuclear, do envolvimento dos jovens nas lutas, dos desejos de vida e das amizades construídas. Tudo pode acabar a qualquer instante.

O final é incerto. Não se sabe o que será da vida de cada um dos personagens dados os acontecimentos finais. O filme se desenrola até que a protagonista sucumba a todos os acontecimentos ao seu redor. Em uma espécie de explosão, a história é finalizada. E, enfim, uma mensagem de Ginger para Rosa, sobre a amizade que iniciou toda a trajetória e sobre as mulheres, iguais ou diferentes àquelas que lhes deram a vida, que elas se tornaram.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s