Início » Séries de TV » Adaptações » Livro Sob a Redoma X Série Under the Dome

Livro Sob a Redoma X Série Under the Dome

Olá, pessoas!

Eu venho adiando essa postagem a bastante tempo, a minha desculpa era principalmente porque a série Under the Dome ainda estava sendo exibida e eu queria saber o final para poder fazer uma comparação mais justa, portanto após assistir a season finale da 3ª temporada de Under the Dome não tenho mais nenhum motivo para adiar essa crítica.

Desktop6

Quando comparamos uma obra literária e sua adaptação, seja para o cinema ou para a TV, é necessário ter em mente que ambas são obras pensadas e construídas de maneiras diferentes e as vezes para públicos diferentes. Geralmente quando uma obra literária é adaptada para a TV, em especifico, as mudanças dessa para o material original é quase que inestimável. Entretanto, nem sempre essa alterações são algo ruim, afinal podermos ver exemplos como The Vampire Diaries e Game of Thones, adaptações tão amadas pelos fãs quanto as obras que as trouxeram a vida. Eu gostaria de dizer que a série Under the Dome entra nessa lista de adaptações melhores que livros, porém esse não é o caso.

Antes de começar a ler o livro Sob a Redoma do autor americano Stephen King eu já estava na segunda temporada da série Under the Dome, que foi cancelada no final da terceira temporada, portanto até aquele momento eu estava curtindo o desenvolvimento da série e estava ansiosa para a temporada seguinte. Uma das brincadeiras que costumo dizer para todo mundo é que a série Unde the Dome estava legal até o livro estragar tudo. É claro que isso é só uma piada, afinal a série não chega a ser tão ruim – o único problema da série foi ser ambiciosa demais e não superar as expectativas que almejou.

Under the Dome1

A dinâmica dos personagens não muda muito da série para o livro, apesar de ter focos bastante diferentes. Na série somos colocados na perspectiva de dois eixos: um deles é protagonizado pelos personagens que estão preocupados com a manutenção da cidade nesse período de crise e outro se foca na perspectiva de quarto jovens dessa cidade que de alguma maneira estão misticamente ligados com a redoma. Diferente da obra escrita por King, a série se prende demais em explicar o que seria a origem da redoma, criando elementos novos que não são citados ou não existem no livro. Esses elementos novos foram o que criaram mais expectativas em mim – afinal se qualquer novo elemento é apresentada isso merece ser explicado em algum momento no futuro, não fazer isso deixa a estória com pontas soltas e falta de credibilidade.

No livro o autor não se prende muito em explicar a origem da redoma, seu foco principal é ver como as pessoas nessa cidade se comportam em meio a uma crise – somos teletransportados para a pele de diferentes pessoas, e é impossível não se sentir claustrofóbico e atormentado pelas imagens apresentadas. Portanto o livro é muito mais intimista, Stephen King nos atormenta com cenas tão cruelmente humanas que confesso me causaram náusea. O perigo não está no desconhecido, está naqueles que você conheceu durante toda a sua vida; no seu vizinho, no politico que você elegeu, na sua família, no seu antigo colega de escola – saber disso torna tudo mais assustador, não acham?

Under the Dome2

O fato de o livro ter se focado mais em retratar a vida e os comportamentos dos habitantes dessa cidade foi muito mais gratificante para mim do que realmente saber as origens da redoma. A redoma criada por King é apenas um instrumento para que aquelas pessoas pudessem mostrar o quanto seres humanos podem ser tão mais cruéis e sanguinários quanto que qualquer criatura demoníaca monstruosa. O que fazer quando o monstro parece e fala como nós?

A série possuí também esses mesmos elementos, porém com menor foco, já que a maior parte dele estar em descobrir o que diabos é a redoma. A redoma da série é mais que um instrumento, é quase que um personagem, ele tem vida própria e você sente isso durante toda a série. No inicio isso pareceu ser algo bom, mas após terminar a terceira temporada tudo não passou de uma perda de tempo. Como a estória foi cancelada não houve um fechamento apropriado e isso foi o que mais me frustrou.

Olhem só o Stephen King tomando um cafezinho em meio aos seus personagens 😉

Por fim, eu só tenho algo a dizer: fazer uma série de TV não é fácil, exige muito de uma produção para fazer com que as pessoas se mantenham interessadas à assistir um episódio a cada semana. Eu compreendo isso perfeitamente. Porém eu acredito que o material criado pelo Stephen King é maravilhoso, impecável e principalmente diretivo. Ele criou um foco para o livro Sob a Redoma e por nenhum momento durante a leitura eu sentir o autor sair do caminho. Você criar um foco e um objetivo é o elemento mais importante para se criar boas estórias, seja na literatura, no cinema ou na TV.  A série Under the Dome se perdeu demais quando se colocou distante do tratamento da obra original.

Para vocês qual é o melhor: livro ou série? Deixem seus comentários 😉

ana

Anúncios

3 pensamentos sobre “Livro Sob a Redoma X Série Under the Dome

  1. Pingback: Os 10 melhores livros lidos em 2015 | Cantar em Verso

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s