Início » Livros » Resenhas :: Fingindo | Cora Carmack

Resenhas :: Fingindo | Cora Carmack

Fingindo é disparado meu livro preferido da série Losing It. Cade é um personagem que me conquistou desde a primeira vez que apareceu em Perdendo-Me e claro que fiquei mega animada com um livro dele.

Título: Fingindo (Losing It #2)

Autor: Cora Carmack

Editora: Novo Conceito

Páginas: 366

Opções de livro impresso: Buscapé

Livro cedido em parceria com a editora Novo Conceito.

Sinopse: Por quanto tempo você consegue prender alguém?
“Meu nome é Cade Winston. Aluno de mestrado em belas-artes, voluntário, abraçador de mães e seu namorado pelas próximas vinte e quatro horas. Prazer em conhecê-la.” Com seus cabelos coloridos, tatuagens e um namorado que combina com tudo isso, Max tem exatamente o estilo que seus pais mais desprezam… E eles nem sonham que a filha vive assim. Ela fica em apuros quando seus pais a visitam na faculdade e exigem conhecer o futuro genro. A solução que Max encontra para não ser desmascarada é pedir para um desconhecido se passar por seu namorado. Para Cade, a proposta veio em boa hora: é a chance que ele esperava para acabar com a sua fama de bom moço, que até hoje só serviu para atrapalhar sua vida. Um faz de conta com data marcada para terminar… E um casal por quem a gente vai adorar torcer. Fingindo vai seduzir você.

A proposta de Fingindo é bastante diferente de Perdendo-Me; E sinceramente muito mais divertida. Duas pessoas fingindo ser um casal o leitor não precisa esperar nada mais do que diversão. No primeiro livro Cade é praticamente um coitado que fica sofrendo de paixão não correspondida por Bliss e isso não conquistou alguns leitores. Realmente, um personagem se fazendo de coitado só deixa a leitura mais chata e leitores com raiva; Mas sabiamente Cora tem a chance de mudar a opinião dos leitores sobre ele. Para mim é claro que funcionou muito bem: Ele é o bom moço que toda garota quer mas também é o homem que toda mulher quer, entende a divisão? Não estou dizendo que ele é perfeito, pois sua insegurança é algo que ainda esta muito presente nesta obra mas sabendo de onde ela vem é muito mais fácil aceita-la do que critica-la, ajuda inclusive no processo de amadurecimento do próprio personagem.

Max é uma personagem à parte. Eu simplesmente a adorei desde a primeira aparição. Não tenho muita identificação com ela porém eu a admirei, a achei engraçada, estilosa e um grande exemplo de protagonista. Ela tem atitude de durona mas no fundo é uma flor. Tem seus problemas com os pais e de aceitação, não apenas com as pessoas de sua família mas inclusive com ela mesma. Ao meu ver a autora conseguiu desenvolver essa personagem muito bem ao longo das páginas sem deixar a leitura arrastada. A narrativa foi seguida de momentos mais sensuais entre os protagonistas, com outros engraçados e aqueles que podem tirar lágrimas de leitoras mais sensíveis (brimks).

O livro é narrado pelos dois personagens, intercalando os capítulos e assim temos muito mais facilidade de entender essa confusão toda pela perspectiva de ambos, já que uma simplesmente brincadeira vai acabar se tornando algo muito sério e que vai afetar os dois. Para ler Fingindo não é necessária a leitura de Perdendo-Me e sinceramente eu recomendo muito mais este do que o primeiro.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s