Início » Geral » Artigo Original » Os tipos de leitor do facebook

Os tipos de leitor do facebook

tipos

Desde já, acho bom avisar que isso é uma brincadeira (e toda brincadeira tem um fundo de verdade, eu sei) e não levem a sério demais, tá beleza? Só resolvi juntar todos os comentários que já li por aí em vários e vários grupos e pages de livros e blogs literários. Depois de muito pensar sobre cada treta, discussão e dicas que rolaram nesses espaços, tracei um perfil do que se vê pelo facebook. Vamos lá?

OS TIPOS DE LEITOR DO FACEBOOK

 ‘’O da Modinha’’ ou O Fanático

Em geral, começou a ler no máximo há dois anos (ler livros assiduamente e não aprender a ler, ok?) e acha que só por que leu todos os livros de John Green ou Nicholas Sparks é um grande expert em literatura. Normalmente não sabe diferir bom de ruim e acha que só por que gostou do livro, ele é uma obra fantástica e merece ser venerada pelo mundo. Sua vida é tirar selfies com livros que estão em evidência em páginas como a Sobre Sagas (desde já esclareço que gosto da página e isso não é uma crítica a ela). Acha que ”Okay” é a palavra mais romântica do mundo. Não sabia que existia livros brasileiros de ficção até começar a ler os blogs. Não aceita críticas de forma nenhuma e começa a atacar todos os seus ancestrais se você ousar dizer que a obra que ele cultua não é ‘’essas coca-cola toda’’.

‘’O Intermediário’’ ou O estranho/incubado

Lê o que der na telha. Qualquer coisa de ficção ou não ficção, se chamar atenção na sinopse ou na capa, ele tá devorando. Em geral diz que aaaama um gênero, mas seu livro favorito é de outro. Ex: É fã de ficção científica, mas seu livro favorito é a biografia de Kurt Cobain. Não liga muito se o título faz sentido ou não, o importante é o livro ser bom. Uma grande característica é que este tipo leu Twilight – normalmente antes de sair o filme – gostou e gosta até hoje, mas morre de vergonha de admitir, por que não quer ser classificado na categoria ‘’fã de Crepúsculo’’ (por isso é incubado). É mais propenso a ser fã de fantasia. Tem uma queda por enciclopédias e livros como ”O Guia dos Curiosos”. Tem noção de livro bom/ruim, mas é muito influenciado pelos sentimentos que o enredo traz. Participa de qualquer discussão sobre livros, podendo ou não dar uma de louco em defesa a uma obra. Gosta de ler antes de criticar. Se não leu, se abstém.

‘’O Pseudo-Cult’’ ou O Estraga-Clima

Leu ou finge ter lido nomes como Dan Brown (achando que isso é grande coisa) e Oscar Wilde, Nietzsche e grandes nomes da ficção científica. Adora dizer que tudo que ele não gosta é um lixo. Bom, ‘’lixo’’ é a palavra que mais é digitada pelo ser dessa espécie. Em geral, tira trechos de livros escritos por gente como Tolstói, Kafka ou Hemingway pra tentar dar base a suas opiniões geralmente ofensivas. Pode ou não se sentir no direito de escrever um artigo numa revista dizendo o que você deve ler ou não, ou simplesmente te chamando de idiota por que não consegue ler os clássicos (ai!). Nunca acha argumentos inteligentes DELE MESMO para provar algum comentário insolente que tenha soltado num post de um grupo qualquer. Ignora completamente os autores brasileiros ou exalta com veneração e quando vai falar sobre eles atribui Capitu a Guimarães Rosa. Diz que prefere os livros de manifesto, mas a verdade é que lê auto-ajuda antes de dormir. Dá sono falar com ele. Ou raiva. Ou pena. Acaba com o clima de qualquer lugar.

‘’O Cult’’ ou O anti-social/O educado

Prefere livros de sci-fi como os de Phillip Dick ou Isaac Asimov ou então uma bela não-ficção de crítica à humanidade ou uma história de fantasia com bom enredo, a exemplo de As Crônicas do Matador do Rei. Mas lê de tudo. De contos infantis como O Sítio do Pica-Pau Amarelo à Bíblia ou O Manifesto Comunista, esse é o tipo de leitor que não tem preconceito de gênero. Sabe muito bem diferenciar bom enredo de mau enredo, bom personagem de mau personagem e boa trama de trama ruim. Tem suas preferências e princípios literários bem definidos e o que é mais marcante sobre ele é que… não sente a necessidade de sair arrotando superioridade por aí. Não chega em lugar nenhum dizendo que você ‘’só gosta de lixo’’, apesar de ter achado o livro em questão uma ‘’ofensa literária’’. Em geral, nem faz parte dos grupos, pois seus livros queridos dificilmente são comentados por lá ou se irrita facilmente com as infantilidades dos pseudo-cults. Quando aparece, contribui para o conteúdo da conversa muito civilizadamente.

‘’O utópico’’ ou O Raro

Tá pouco se importando se o livro é merda ou não. Ele leu, gostou, vai sair por aí falando que gostou e vai se retirar da conversa quando os pseudo-cult chegarem pra estragar tudo. Tem a mesma noção de literatura que o tipo Intermediário, ou seja, ele sabe dizer quando o livro é realmente bom ou não, mas não saberia dizer em termos técnicos o por quê (como faria um Cult). Respeita os outros e não os julga, não importando se é um Modinha ou Pseudo-Cult. Sim, essa espécie tem paciência pros Pseudo-Cult por que sabe que todo P-C só precisa de um abraço apertado. A maior característica dessa espécie é que ele sabe que literatura não é só para adquirir conhecimento, mas para entretenimento também e por isso se importa apenas com o que ELE está ganhando com os livros que lê e não os outros. Ele entende que – com o perdão da palavra – gosto é que nem cu e o cu alheio não deveria ser assunto de ninguém.

E é isso. Se você prestar mais atenção nas discussões dos grupos, vai ver como essas características são nítidas em algumas pessoas. E agora já sabe: dá próxima vez que aparecer um Pseudo Cult em um post, ofereça um cafuné.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s