Início » Livros » Resenhas :: Depois do que Aconteceu

Resenhas :: Depois do que Aconteceu

O livro Depois do que Aconteceu, da autora Juliana Parrini, chegou como uma agradável surpresa no mês de agosto, enviado pela editora Suma de Letras. Achei lindo o design da capa, assim como a sinopse e por essa razão acreditei que esse seria um ótimo livro romântico a qual mergulharia deliciosamente por suas 344 páginas. Entretanto, apesar de Depois do que Aconteceu surpreender em sua apresentação, ele decepciona em seu desenvolvimento e conclusão, fazendo com que a leitura se torne dolorosa e cansativa pela maior parte da leitura.

 

 

 Título: Depois do que Aconteceu

   Autor: Juliana Parrino

   Editora: Suma de Letras

   Páginas: 344

   Onde costumo comprar (Opções de livro impresso): Amazon

Sinopse: Isabel passou o último ano fugindo. Depois do que aconteceu, a jovem não acredita que conseguirá ser feliz novamente. O que ela não esperava era que o destino colocaria Daniel Clark em seu caminho. A atração entre os dois é imediata e irreversível: ao voltar para casa, a carioca Isabel não será capaz de esquecer os encantadores olhos azuis daquele cara que conheceu por acaso em plena avenida Paulista. A partir desse dia, a tristeza de Isabel perde espaço para uma paixão que mudará a sua vida. Ficar presa ao passado vale mesmo a pena? Ou é preciso seguir em frente e dar uma segunda chance ao amor?

 

Isabel Maia ou Bel, protagonista de Depois do que Aconteceu, a princípio me conquistou por sua personalidade forte e decidida, mergulhei para conhecer a sua estória e compartilhar com ela seus sentimentos. Gostei de seus pensamentos, seu modo de se posicionar em determinadas situações – ela demonstrava ser divertida, em alguns momentos até engraçada e sensível. Eu amei a Bel, mesmo depois de me decepcionar com o livro, eu continuei torcendo por essa personagem até a última página (só deixando claro que eu estava torcendo pela personagem e não pelo relacionamento romântico dela com o protagonista Daniel, vou explicar minhas razões mais pra frente)

Voltar ao meu estado inicial de inércia seria fácil. Eu tinha todas as desculpas que precisava para me afundar na tristeza, mas dessa vez resolvi que merecia mais e me neguei a desistir de mim mesma.

O romance da Bel com o ex-noivo Alex é contado em flashbacks, que são apresentados em momentos pontuais do livro, se interligando de certa forma com os acontecimentos do presente da personagem. Isabel portanto vai revelando aos poucos sobre os anos passados com Alex e as razões para que o relacionamento dos dois chegasse ao fim. O suspense envolvendo o termino do relacionamento entre Bel e Alex é uma das melhores coisas do livro, é instigante e quando tudo foi finalmente revelado eu estava com lágrimas nos olhos. De fato, os momentos que mais me emocionaram durante a leitura foram causados pelos fashbacks.

Dentro da estória somos apresentados a diversos personagens interessantes, em destaque para as melhores amigas da Bel, as gêmeas Luci e Lua – elas tem personalidades completamente opostas e isso tornou a relação delas bem divertida e engraçada, porém já para o final do livro elas se tornaram extremamente repetitivas e previsíveis – e foi a parti desse momento que a leitura começou a me incomodar de verdade, principalmente porque essa mudança não se deu somente a essas personagens, mas se estendeu para todos os outros.

Minha impressão sobre alguns personagens: Pedro (pai da Bel), personagem legal no início, chato no final. Jonathan, personagem carismático no início, mas se resume a uma série de “eu estava com saudades” não correspondidos. Tia da Bel, uma vilã detestável no começo, mas no final você se cansa de ter ódio de alguém tão insignificante. Nenhum personagem secundário desse livro realmente deixa alguma marca importante, eles simplesmente passam despercebidos e muitas vezes sem proposito algum.

É uma repetição de diálogos sem fim, a impressão que eu tive foi que no meio do livro os personagens já não tinham mais nada de interessante para dizer e simplesmente falavam as mesmas coisas no piloto automático. E essa impressão se estende para além dos personagens secundários, afetando a dinâmica entre os protagonistas Bel e Daniel.11931229_482431285263501_1492620706_n

É com muita dor no coração que eu digo que Daniel foi  um dos piores protagonistas masculinos que já conheci. De verdade, eu estou realmente sentida por dizer isso, já que eu passei tanto tempo desejando gostar desse personagem. Assim como aconteceu com a Isabel, eu gostei do Daniel no primeiro momento, e simplesmente amei a tensão sexual que existia entre eles. O primeiro encontro foi mágico, eu estava de verdade conectada com esse casal, até que eles se apaixonam e tudo vai por água a baixo.

Primeiro, o amor deles nasceu praticamente do nada e eu até entendo quando essa situação acontece com personagens adolescentes, mas é incompatível quando os personagens tem mais de 25 anos. Segundo, quando Daniel se apaixona parece que acabou de sair da puberdade e todo o foco da vida dele se torna a mulher que ele ama (boring). Eu não me incomodo quando os personagens ficam cegos de amor, mas só o que eu peço é que com isso surjam diálogos e cenas no mínimo interessantes. Isso quer dizer que eu quero que os personagens falem mais do que “eu te amo” o tempo todo – a reafirmação massante de um sentimento não torna o personagem mais romântico, só o torna mais entendiante. Terceiro, por tudo isso a última coisa que tenho para expressar é que não consegui torce pelo casal protagonista por grande parte do livro e só por essa razão toda a minha experiência de leitura foi arruinada.

Livros como Depois do que Aconteceu existem aos montes, ele surpreende um pouco em sua premissa, mas no final está cheio dos mesmos clichês de romances anteriores a ele. Entretanto, apesar da minha crítica ter sido predominantemente negativa, eu o classificaria como um bom livro. A Juliana Parrini mostrou que é uma escritora muito competente, principalmente na primeira parte do livro, e como essa é a sua obra de estreia não posso deixar de dá uma colher de chá – eu pretendo no futuro ler outros livros publicados dela, porém muito provavelmente não lerei a continuação desse livro. Depois do que Aconteceu realmente me cativou em alguns momentos, principalmente pela Isabel, e eu acredito que diferente de mim outras pessoas vão se conectar facilmente com a leitura. Portanto, eu deixo para que vocês julguem por si mesmos – não foi uma boa leitura para mim, mas para quem não se importa com os pontos que eu destaquei nessa resenha, vai fundo e dê uma chance para conhecer a estória da Isabel.

Juliana Parrini  é carioca, web designer e se define como leitora compulsiva, cinéfila, amante de rock e mãe coruja. Sua paixão pela escrita teve início ainda na adolescência,quando começou a escrever histórias nos cadernos em sala de aula, tendo os amigos como leitores.O romance Depois do que aconteceu, sua estreia no mundo literário, emplacou o 1º lugar no ranking da revista Veja como livro digital mais vendido do Brasil.Juliana é casada e mora com o marido e os dois filhos no Rio de Janeiro.

ana

Anúncios

8 pensamentos sobre “Resenhas :: Depois do que Aconteceu

  1. Ola lindona eu ao contrário de você amo esse livro, li em sua primeira edição, e estou com esse da Suma, os protagonistas que cativaram, a autora trouxe a tona temas muitos interessantes que não vemos muito em livros, não achei os diálogos cansativos, Que pena que a leitura não foi boa para você. beijos

    Joyce
    http://www.livrosencantos.com

  2. Oi Ana, tudo bem?
    Lembro desse lançamento e tinha ficado interessada na leitura, mas saber que o desenvolvimento não foi muito legal e os diálogos com muita repetição fiquei desapontada. Não quero ler esse livro por agora, mesmo que a primeira parte seja surpreende, mas esses pontos negativos que você mencionou iam me incomodar muito, tenho certeza. Mas a capa do livro é linda, né? Parabéns pela resenha.

    Beijos
    Leitora Sempre

  3. Oi Ana, tudo bem? Gostei bastante da sinceridade na sua resenha… estava até pensando em comprá-lo… mesmo não curtindo tanto romance, e achei essa capa linda. Entretanto, não gosto dessas leituras cansativas, e principalmente quando eu não consigo torcer nem para o casal principal. Parece que todos os personagens sofreram uma crise de personalidade mais para o final do livro e ficaram descaracterizados… não gosto disso.

    Mas pelo menos teve pontos positivos e a parte sobre o ex-relacionamento dela com o Alex conseguiu te emocionar.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima

  4. Ai, tô fora de leitura dolorosa e cansativa… essa repetição de diálogos sem fim com certeza ia me incomodar demais, só por isso a leitura seria mega difícil para mim. Normalmente não consigo acreditar em um amor que nasce do nada, principalmente no caso de protagonitas com a idade deles, e não conseguir torcer por um casal também costuma arruinar minha leitura. Enfim, não fiquei com nenhuma vontade de ler.

    Beijo.

    Ju – Entre Palcos e Livros

  5. Oiii!

    Eu não li esse livro ainda, mas já vi diversas resenhas negativas para a história justamente apontando os mesmos “erros”. O clichê é sempre muito bem vindo. Eu sou uma eterna fã, mas quando ele é bem feio e bem tratado. Fazer mais do mesmo, sem nenhuma alteração não rola.
    Poxa vida, deve ser extremamente horrivel dizer que foi o pior personagem masculino 😦
    Não vou ler essa obra por saber que ela não seria muito aproveitada.
    Gostei da sinceridade!

    Beijinhos,
    http://www.entrechocolatesemusicas.com

  6. Oieee!!!
    Quando vi esse livro em meio aos lançamentos da Suma, fiquei bem curiosa, a capa é linda e a sinopse me chamou atenção.
    Uma pena que você tenha se decepcionado com a leitura, mesmo gostando de alguns personagens a junção com os que vc não gostou acaba sabotando o ritmo e a leitura!!
    Mesmo assim pretendo dar uma chance a historia, pois concordo com vc as vezes os livros que não funcionam com a gente pode funcionar com outros leitores, afinal gosto não se discuti.. rsrs
    Parabéns pela resenha.
    Beijos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s