Início » Filmes » Adaptações » 13 livros que dariam bons filmes e seriados

13 livros que dariam bons filmes e seriados

hjk

Tenho certeza que você já leu um livro e ficou tão extasiado com as cenas que ficou pensando ” Isso daria um filme do piiiiii”. Pois é. Eu vivo tendo essas viagens, só imaginando como seriam algumas das cenas. Alguns deles desses livros até já tem direitos de adaptação e  exibição comprados, mas ou não há tecnologia suficiente para fazê-los, orçamento ou gente boa interessada em comandar os projetos. Uma pena, mas enfim. Resolvi listar alguns deles, que acho que se dariam bem de crítica e bilheteria.

Vamos lá?

  1. Série da Fundação – Isaac Asimov

Sim, olha eu aqui de novo falando dessa bendita série. É muito amor mesmo. Mas acho realmente que ela daria um seriado ma ra vi lho so! Sim, só seriado. Um filme não captaria todas as nuances do enredo de Fundação. Já falei tanto disso aqui, que nem vou comentar mais. Deixo a sinopse e as resenhas que já fiz dos livros falarem por si sós. kkkk

É uma série de ficção-científica e seria muito cara por que são vááários personagens em cenários futurísticos/galácticos.

No Brasil o livro foi publicado pela Editora Aleph. Você pode adquirir a série diretamente no site da Aleph.


Sinopse

O Império Galático possui 12 mil anos. E possui pujança, grandeza e estabilidade. Ao menos em sua fachada. Mas ele está em pleno declínio, lento e gradual. E, no final, culminará com uma regressão violenta da sociedade e a conseqüente destruição do conhecimento. Preocupados com isso, um grupo de cientistas traça um plano pela preservação do conhecimento adquirido. Vencedor do prêmio Hugo, como a melhor série de FC de todos os tempos, este é o livro inicial da Trilogia da Fundação.

  1. Amazônia: Arquivo das Almas – Paul Fabien

Como falei na resenha que fiz desse livro, ele tem todo o potencial de ser um filme e tanto! Só precisa de uns ajustes aqui e ali no enredo, aquelas coisas que atraem mais gente, como um casal e alívio cômico e pronto, tá feito. Tem um enredo muito bom e é de ficção científica. Ah, e brasileiro 😉


Sinopse

Em um futuro não muito distante um casal de oficiais, Vitã e Helena, participam de várias campanhas militares. Em todas as oportunidades lutam para defender a grande floresta Amazônica. Eles não imaginam que uma nova missão irá lançá-los na mais espetacular e perigosa das aventuras. O grande enigma começaria dentro da Amazônia, um lugar inóspito e assustador repleto de mistérios e grandes perigos. Após vários confrontos se deparam com as cavernas de Abisinia, na Colômbia, onde encontram a origem do verdadeiro mal e descobrem antigos segredos gravados em inscrições cuneiformes, registradas por outras civilizações pré-diluvianas.

  1. Série A Mediadora – Meg Cabot

Só fiz resenhas de dois dos livros dessa série, mas já li ela inteira tem um tempinho. Sou apaixonada pela escrita da Meg e principalmente pelas tramas dessa série. Acho que pra dar um bom filme, seria legal condensar a história de dois livros em um só, daí daria uma trilogia muito boa. A Suzannah, protagonista da série, é uma personagem que poderia se tornar tão icônica quanto a Katniss. Essa série tem o apelo adolescente, que já dá um bônus a ela.

Sinopse do livro 1 – A Terra das Sombras

Suzannah é uma adolescente aparentemente comum que tem um problema com construções antigas. Não é para menos. Afinal, muitas dessas casas velhas são assombradas. E Suzannah é uma mediadora, uma pessoa capaz de ver e falar com fantasmas para ajudá-los a descansar em paz. É claro que esse dom lhe traz muitos problemas. Mas nem ela poderia saber a gravidade do que encontraria ao mudar-se para Califórnia.

  1. A Hora do Vampiro – Stephen King

Ele é sem dúvida nenhuma um dos melhores livros de vampiros que já li. E aproveitando que o tema tá na moda, eu sei que ele faria muuuuuito sucesso. Aqui não tem vampiro apaixonado. É coisa de Stephen Rei. É suspense, terror e terror psicológico. Tem uma trama fácil, mas bem feita ao mesmo tempo. Eu adorei.

Eu não tenho certeza, mas parece que tem um filme de A Hora do Vampiro, só que não é muito conhecido. Então, se tiver mesmo, deixo aqui o meu apelo para um remake com mais orçamentos kkkk


Sinopse


Ambientado na cidadezinha de Jerusalem`s Lot, na Nova Inglaterra, o romance conta a história de três forasteiros. Ben Mears, um escritor que viveu alguns anos na cidade quando criança e está disposto a acertar contas com o próprio passado; Mark Petrie, um menino obcecado por monstros e filmes de terror; e o Senhor Barlow, uma figura misteriosa que decide abrir uma loja na cidade.

  1. Trilogia A Viagem de Jerle Shannara – Terry Brooks

Acho que daria bons filmes por razões meio óbvias: Bruxa, Mago, Monstro, Fantasia. Conseguindo orçamento e um diretor comprometido seria sucesso garantido.

Sinopse do livro 1 – Ilse, a bruxa

Ao patrulhar os mares da Divisa Azul, um cavaleiro avista um corpo flutuando sobre o mastro de um barco. É um velho elfo, desacordado, cujos olhos e língua foram arrancados. Após a identificação, uma surpresa: o náufrago é o príncipe Kael Elessedil, irmão do atual rei, que décadas atrás desapareceu em uma expedição em busca da mais antiga e poderosa magia em todo o mundo. Mas o maior dos enigmas ainda está por vir: junto a seus pertences, a criatura guarda um mapa com inscrições enigmáticas que poucos são capazes de decifrar. Entre esses sábios está o druida Walker Boh, que sugere ao rei elfo uma nova jornada à procura do poderoso feitiço.

Entretanto, existe uma outra pessoa que compreende o significado do mapa e está pronta para usar a magia à qual ele conduz ao encontro de forças diabólicas… É a jovem e poderosa Ilse, a Bruxa.

Assim tem início a perigosa viagem da aeronave Jerle Shannara em direção a terras misteriosas e distantes, levando a bordo um peculiar grupo de desconhecidos que deverá enfrentar uma série de diferenças e desconfianças: entre eles uma menina nômade, um anão, soldados elfos e um jovem órfão chamado Bek Rowe – rapaz de origem incerta e poderes obscuros, que poderá definir o destino da Jerle Shannara.

Enquanto isso, a nave traça seu percurso sobre terras, ao mesmo tempo, sombrias e maravilhosas, que podem esconder o próximo ataque da bruxa Ilse e seus implacáveis aliados.

  1. As Cronicas do Matador do Rei – Patrick Rothfuss

Outra série que se daria bem por motivos fáceis de imaginar. Fantasia, bom enredo, personagens cativantes. Tem tudo pra dar certo, é só conseguir financiamento e pessoal. Sem contar com os milhaaares de fãs que a série já tem e aumenta cada dia mais. Já há rumores sobre uma adaptação cinematográfica pra essa série, mas nada confirmado ainda.


Sinopse do livro 1 – O Nome do Vento

Ninguém sabe ao certo quem é o herói ou o vilão desse fascinante universo criado por Patrick Rothfuss. Na realidade, essas duas figuras se concentram em Kote, um homem enigmático que se esconde sob a identidade de proprietário da hospedaria Marco do Percurso. Da infância numa trupe de artistas itinerantes, passando pelos anos vividos numa cidade hostil e pelo esforço para ingressar na escola de magia, O nome do vento acompanha a trajetória de Kote e as duas forças que movem sua vida: o desejo de aprender o mistério por trás da arte de nomear as coisas e a necessidade de reunir informações sobre o Chandriano – os lendários demônios que assassinaram sua família no passado. Quando esses seres do mal reaparecem na cidade, um cronista suspeita de que o misterioso Kote seja o personagem principal de diversas histórias que rondam a região e decide aproximar-se dele para descobrir a verdade.
Pouco a pouco, a história de Kote vai sendo revelada, assim como sua multifacetada personalidade – notório mago, esmerado ladrão, amante viril, herói salvador, músico magistral, assassino infame.  Nesta provocante narrativa, o leitor é transportado para um mundo fantástico, repleto de mitos e seres fabulosos, heróis e vilões, ladrões e trovadores, amor e ódio, paixão e vingança.

  1.  Série Duna – Frank Herbert

Duna é a nova série queridinha dos fãs da ficção científica aqui no Brasil. Não é pra menos. Escrita com maestria pelo Herbert, Duna tira onda nos prêmios. Recebeu o Hugo e Nebula no ano de sua publicação (que já tem um tempinho). Tem um filme e duas mini-séries eu acho, mas nenhum deles é realmente conhecido. Eu queria uma super produção, sabe? Estilo Game of Thrones. kkkkk Pra mim essa série é meio que uma mistura de Fundação e O Jogo do Exterminador.

A série está sendo re-lançada aqui no Brasil pela Editora Aleph.

Sinopse do livro 1 – Duna

A vida do jovem Paul Atreides está prestes a mudar radicalmente. Após a visita de uma mulher misteriosa, ele é obrigado a deixar seu planeta natal para sobreviver ao ambiente árido e severo de Arrakis, o ‘Planeta Deserto’. Envolvido numa intrincada teia política e religiosa, Paul divide-se entre as obrigações de herdeiro e seu treinamento nas doutrinas secretas de uma antiga irmandade, que vê nele a esperança de realização de um plano urdido há séculos. Ecos de profecias ancestrais também o cercam entre os nativos de Arrakis. Seria ele o eleito que tornaria viáveis seus sonhos e planos ocultos?

  1. Série A Morada da Noite – PC&Kristin Cast

Mais uma série com um forte apelo adolescente que eu bote fé que daria certo. Vampiros, romance, intriga, piadas e muito mais. Tem tudo pra dar muito certo. Só precisa fazer que nem na  Mediadora e condensar dois ou três livros em um filme só, por que a série em si tá ficando muito quebrada. Tem um livro que, por exemplo, se passar em 24 horas. Qual a necessidade disso, gente? D:


Sinopse do livro 1 – Marcada

Em The House of Night você vai conhecer um mundo parecido com o nosso,exceto pelo fato de que nele os vampiros sempre existiram e convivem tranquilamente com as pessoas normais. No primeiro volume, Marcada, Zoey, uma garota de 16 anos,acaba de receber uma marca que vai transformar a sua vida por completo.Zoey terá que se afastar de seus amigos e de tudo aquilo que fazia parte da sua vida até então.A menina vai se transformar em vampira e usufruir de poderes que ela nem imaginava possuir. Mas para isso ela precisa suportar o difícil período de transformação,caso contrário morrerá.

  1. A Batalha do Apocalipse – Eduardo Spohr

Literatura fantástica. Autor brasileiro. Críticas predominantemente positivas. Prêmios. Enredo bem estruturado. Só falta o orçamento. Eu queeeero esse livro virando filme.

Sinopse

Há muitos e muitos anos, há tantos anos quanto o número de estrelas no céu, o Paraíso Celeste foi palco de um terrível levante. Um grupo de anjos guerreiros, amantes da justiça e da liberdade, desafiou a tirania dos poderosos arcanjos, levantando armas contra seus opressores. Expulsos, os renegados foram forçados ao exílio, e condenados a vagar pelo mundo dos homens até o dia do Juízo Final.

Mas eis que chega o momento do Apocalipse, o tempo do ajuste de contas, o dia do despertar do Altíssimo. Único sobrevivente do expurgo, o líder dos renegados é convidado por Lúcifer, o Arcanjo Negro, a se juntar às suas legiões na batalha do Armagedon, o embate final entre o Céu e o Inferno, a guerra que decidirá não só o destino do mundo, mas o futuro do universo.

Das ruínas da Babilônia ao esplendor do Império Romano; das vastas planícies da China aos gelados castelos da Inglaterra medieval. A Batalha do Apocalipse não é apenas uma viagem pela história humana, mas é também uma jornada de conhecimento, um épico empolgante, cheio de lutas heróicas, magia, romance e suspense.

  1. Uma curva na estrada – Nicholas Sparks

Nicholas Sparks. Precisa dizer mais?

Sinopse

A vida do subxerife Miles Ryan parecia ter chegado ao fim no dia em que sua esposa morreu. Missy tinha sido seu primeiro amor, a namorada de escola que se tornara a companheira de todos os momentos, a mulher sensual que se mostrara uma mãe carinhosa. Uma noite Missy saiu para correr e não voltou. Tinha sido atropelada numa rua perto de casa. As investigações da polícia nada revelaram. Para Miles, esse fato é duplamente doloroso: além de enfrentar o sofrimento de perder a esposa, ele se culpa por não ter descoberto o motorista que a atropelou e fugiu sem prestar socorro. Dois anos depois, ele ainda anseia levar o criminoso à justiça. É quando conhece Sarah Andrews. Professora de seu filho, Jonah, ela se mudou de Baltimore para New Bern na expectativa de refazer sua vida após o divórcio. Sarah logo percebe a tristeza nos olhos do aluno e, em seguida, nos do pai dele. Sarah e Miles começam a se aproximar e, em pouco tempo, estão rindo juntos e apaixonados. Mas nenhum dos dois tem ideia de que um segredo os une e os obrigará a tomar uma decisão difícil, que pode mudar suas vidas para sempre. Nesta obra, Nicholas Sparks escreve com incrível intensidade sobre as difíceis reviravoltas da vida e sua incomparável doçura. Um livro sobre as imperfeições do ser humano, os erros que todos cometemos e a alegria que experimentamos quando nos permitimos amar.

  1. Série A Torre Negra – Stephen King

A série infinita do Stephen Rei (cara, sabem há quanto tempo ele escreve esse troço?). Daria um seriado thriller/sobrenatural e tanto. Quase todo mundo com quem eu conversei sobre essa série é tipo FISSURADO na trama. Apesar de ter que esperar mais tempo que os fãs de As Cronicas de Gelo e Fogo (chupa, mimizentos).

Sinopse do livro 1 – O Pistoleiro

Num mundo que seguiu adiante, o jovem Roland Deschain um dia será conhecido como o Pistoleiro – mas, por ora, ele é apenas um garoto às raias da idade adulta. Por anos, seu destino foi manipulado pelo feiticeiro conhecido como Marten Broadcloak. Roland finalmente decidiu tomar uma atitude, e o destino do mundo repousa nas conseqüências de seu atos… Testemunhe os primeiros dias da imortal criação do premiado roteirista Stephen King, numa minissérie escrita pelo inigualável Peter David e ilustrada pelos aclamados Jae Lee e Richard Isanove.

  1. Criança 44

Esse livro eu ouvi de uma amiga minha. Fui inventar de falar a ela ”diz aí um livro que tu acha que daria um filme massa” e a criatura se empolgou. Taí na íntegra o por quê de ser um possível bom filme.

”Bom, as personagens são interessantes e a história traz uma reviravolta na consciência do personagem principal, pq é o seguinte, ele é agente do Estado durante o governo de Stalin, conhecido por sua não de ferro, um governo que quer fazer o povo acreditar em um país livre de crimes, ele, como agente obedece as ordens superiores e acredita que tudo que é feito é pelo bem da nação, então acontece um assassinato de uma criança e ele está convencido que foi um acidente assim como dizem os laudos, quando é ordenado que se encontre com a família e diga que não continuem falando que foi assassinato ou seriam acusados de traição, pq afinal se vc não acredita na justiça não acredita no governo e está querendo enfraquece-lo, quando ele conversa com o pai da criança começa a desconfiar das verdades que ele conhece, e isso só piora quando ele descobre como as confissões dos crimes são conseguidas, os suspeitos chegam à base da polícia já condenados, mas ele ignorava essa realidade até então, ou por comodidade de não estar envolvido e querer fingir que não é responsável, ou por ser cegamente fiel ao governo de Stalin, tanto faz, a realidade é que ele prende os suspeitos e nunca prendeu um inocente, assim ele acaba se indispondo com outros agentes e conseguindo ser visto de uma forma muito negativa na polícia, colocando em risco a própria vida e de sua família, agora resta a ele tentar descobrir a verdade sem ser notado.”

– Maíra Marini

Sinopse

Tom Rob Smith leva o leitor à opressora Rússia de Stalin. Quando o corpo de um menino é encontrado sobre os trilhos de uma ferrovia, o agente Liev Demidov se surpreende ao saber que a família do garoto está convencida de que se trata de assassinato. Os superiores do oficial lhe dão ordens de ignorar o assunto, mas ele está determinado a encontrar a verdade por trás do terrível crime.

  1. A Cabana

As opiniões sobre esse livro são que nem a Tris: divergentes engraçadinha mode off. Tem gente que diz que é livro de auto-ajuda, tem gente que diz que é sobrenatural/fantasia, mas o fato é o seguinte: ninguém consegue ler e não ficar pensando nele. E quer coisa melhor pra instigar alguém a ir no cinema do que o burburinho sobre sua trama ser linda, iluminada ou apelativa? Ou as discussões que ele gera? Seria puro sucesso.

Sinopse

A filha mais nova de Mackenzie Allen Philip foi raptada durante as férias em família e há evidências de que ela foi brutalmente assassinada e abandonada numa cabana. Quatro anos mais tarde, Mack recebe uma nota suspeita, aparentemente vinda de Deus, convidando-o para voltar àquela cabana para passar o fim de semana. Ignorando alertas de que poderia ser uma cilada, ele segue numa tarde de inverno e volta a cenário de seu pior pesadelo. O que encontra lá muda sua vida para sempre. Num mundo em que religião parece tornar-se irrelevante, “A Cabana” invoca a pergunta: “Se Deus é tão poderoso e tão cheio de amor, por que não faz nada para amenizar a dor e o sofrimento do mundo?” As respostas encontradas por Mack surpreenderão você e, provavelmente, o transformarão tanto quanto ele.

E aí, o que acharam? Tá faltando algo aqui? Diz aí sua opinião. 🙂

11659264_10207170982141237_6742164699346039172_n

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s