Início » Filmes » Filmes:: Ligados Pelo Amor

Filmes:: Ligados Pelo Amor

stuck-in-love_t53487_jpg_210x312_crop_upscale_q90

Título: Ligados Pelo Amor (Stuck in Love)

Diretor: Josh Boone

Ano de Lançamento: 2012

Gênero: Comédia, Drama, Romance

Elenco: Greg Kinnear, Jennifer Connelly, Kristen Bell, Liana Liberato, Lily Collins, Logan Lerman, Nat Wolff

 

Sinopse: Três anos depois de seu divórcio, o romancista experiente Bill Borgens (interpretado pelo indicado ao Oscar Greg Kinnear) não consegue esquecer o passado e espiona sua ex-mulher, Erica (a atriz ganhadora do Oscar Jennifer Connelly), que trocou o marido por outro homem. Mesmo que sua vizinha e amiga colorida, Tricia (Kristen Bell) tente trazê-lo de volta à ativa, ele permanece cego aos encantos de qualquer um. Enquanto isso, sua filha independente Samantha (Lily Collins) está publicando seu primeiro romance e evitando seu primeiro amor com um romântico incurável (Logan Lerman); e seu filho adolescente, Rusty (Nat Wolff) está tentando encontrar sua voz, tanto como escritor de fantasia quanto como inesperado namorado de uma garota ideal que tem problemas perturbadores e reais. Cada uma dessas situações cresce e elas se transformam em um trio de crises românticas, o que leva os Borgens a surpreendentes revelações sobre como finais viram começos.

Como resistir a esse romance com Logan Lerman (Percy Jackson) e Lily Collins (Simplesmente Acontece)? Não tem como. “Ligados pelo Amor” é um filme romântico bastante agradável e repleto daquelas falas que vão parar em uma página do facebook. Graças a isto, eu o descobri. Uma única imagem me fez assistir a este filme, que, sem dúvida alguma, entrou para a minha lista de “melhores filmes não tão espetaculares”. Não é um filme que fale profundamente sobre as emoções, que faça chorar ou refletir muito ou aborde bastante algum tema complexo. É um filme despretensioso e, ainda assim, ótimo. E isto, para mim, faz toda a diferença.

SCREENCAPS_STUCK_IN_LOVE_KISSTHEMGOODBYE_NET0819

Em primeiro lugar, o filme é sobre uma família de escritores, abordando assim, a temática da inspiração de um escritor. A escrita é somente um reflexo daquilo que sentimos? Estamos condicionados a uma situação para que escrevamos bem? Precisamos sair de nossos mundos particulares para saber escrever? De uma forma simples e indireta, eles respondem essas perguntas.

Bil Borgens e sua esposa se separaram há 03 anos, depois de ela tê-lo traído com uma homem mais novo e mais bonito. Ainda assim, ele honra a promessa que fez há tantos anos de esperar por ela, promessa esta que nunca foi compreendida pela filha mais velha, Samantha. Desde a separação dos pais Samantha evita falar com a mãe e convenceu-se de que o amor era algo irreal e perigoso, que deveria ser evitado a todo custo. Se, por um lado, a separação dos pais levou ao cinismo romântico da filha mais velha, por outro, levou ao romantismo em excesso de Rusty, o filho mais novo, que, apaixonado por Kate, uma das meninas mais populares da escola, ignora todos os seus problemas, escrevendo poemas para ela e vivendo as experiências de um grande escritor.

Nem sempre, porém, os finais são como esperamos no início. Bill sabe que Erica está com problemas no novo relacionamento, o que significa que há uma possibilidade de eles voltarem. Samantha conhece Louis, um romântico e persistente rapaz com quem estuda e que possui problemas mais sérios que os dela. E Rusty finalmente tem a coragem de falar com Kate, vindo a  descobrir que nem todo romance tem seu final feliz.

Stuck-in-Love-Kinnear

A parte de que mais gostei, embora todas sejam muito boas, foi a do romance de Samantha e Louis, porque ele, apesar de tudo o que está acontecendo em sua vida, se interessa por ela e tenta fazê-la ver que não é porque os pais dela machucaram um ao outro que isto acontecerá com ela também. Talvez Samantha precise se desapegar das histórias que colocou em seu novo livro, para então, de fato, viver. É um romance leve e com as falas mais engraçadas da histórias, o que nos dá uma sensação de harmonia e esperança de que sempre haverá alguém para nos ajudar a superar as nossas mágoas.

Quanto ao pai, era engraçado vê-lo um tanto psicótico pela esposa, mas torcia, na maior parte do filme, por ele e sua vizinha e amiga colorida, Tricia. Tricia foi quem mais o incentivou a voltar a viver sem a esposa, ajudando-o a procurar novos relacionamentos e a mostrar o que possuía de melhor. Infelizmente, ela tinha impedimentos. E quanto a Rusty, ele não tem o final que se imagina. De início, percebemos que Kate e Rusty não são muito parecidos. Ela está envolvida em mundo de festas, drogas e bebidas; ele, em mundos criados por Stephen King. Pensei que, ao longo da história, como em quase todos os filmes, ela descobriria seu lado mais sensível e seria absorvida por este mundo literário. No entanto, as mudanças nem sempre vêm como imaginamos.

Stuck_In_Love_2012_1080p_BluRay_SCREENCAPS_KISSTHEMGOODBYE_NET_0696

Por fim, não há como negar que, além de uma boa e leve história, o filme conta com uma trilha sonora maravilhosa, desde “Home” de Edward Sharpe & The Magnetic Zeros até “Between the Bars” de Elliot Smith.

TC PNG

Anúncios

7 pensamentos sobre “Filmes:: Ligados Pelo Amor

  1. Não sou muito de romances mamão com açúcar mas gosto quando são leves e bonitinhos rs (vai entender né?). Vou fazer uma nota mental e quando tiver chance vejo.

    • Hahahahahah Super entendo. Ele realmente é daqueles filmes ao qual assistimos várias vezes. Como disse na resposta acima, do Nat eu nem sou tão fã, mas Lily e Logan juntos é o suficiente para mim. Realmente é muito amor!

    • Do Nat eu nem sou tão fã (vou ver Cidades de Papel para emitir uma opinião, porque, com ele, só assisti a esse filme e a Culpa é das Estrelas, no qual, por motivos óbvios, não conseguia ver completamente sua expressão facial), mas amo a Lily e o Logan. Então, ver os dois como um casal foi maravilhoso, principalmente com a Lily fazendo uma personagem tão sarcástica.
      Assista urgentemente! Você não vai se arrepender.

  2. Oi, não gosto muito de romances mas esse até parece ser bom, principalmente porque o final não é o que se imagina. Fiquei curiosa para assistir e conhecer todos os personagens e como via acabar o filme. Bjus.

    • O final de um dos personagens não é nada romântico, então, talvez, você curta por isso. Mas o filme não é só romance também. Eles faz vários questionamentos sobre o processo de escrita (do qual eu não sei se você gosta) e dos dramas familiares.
      Caso assista, dê sua opinião depois!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s