Início » Livros » Resenha: O Império Final | Brandon Sanderson

Resenha: O Império Final | Brandon Sanderson

Título: Mistborn, Nascidos da Bruma – O Império Final

Autor: Brandon Sanderson

Editora: LeYa

Páginas: 608

Onde costumo comprar (Opções de livro impresso): Amazon

Certa vez, um herói apareceu para salvar o mundo. Um jovem com uma herança misteriosa, que desafiou corajosamente a escuridão que sufocava a Terra. Ele falhou… Desde então, há mil anos, o mundo é um deserto de cinzas e brumas, governado por um imperador imortal conhecido como Senhor Soberano. Todas as revoltas contra ele falharam miseravelmente. Nessa sociedade onde as pessoas são divididas em nobres e skaa – classe social inferior -, Kelsier, um ladrão bastardo, se torna a única pessoa a sobreviver e escapar da prisão brutal do Senhor Soberano, onde ele descobriu ter os poderes alomânticos de um Nascido da Bruma – uma magia misteriosa e proibida. Agora, Kelsier planeja o seu ataque mais ousado: invadir o centro do palácio para descobrir o segredo do poder do Senhor Soberano e destruí-lo. Para ter sucesso, Kel vai depender também da determinação de uma heroína improvável, uma menina de rua que precisa aprender a confiar em novos amigos e dominar seus poderes..

Em o Império Final somos apresentados a Kelsier, Vin e companhia, em um mundo dominado pelo Senhor Soberano. O plot é um clichê pronto, grupo rebelde que visa derrubar o imperador tirano, com alguns lampejos de “Jornada do herói”. Porém, Sanderson soube trabalhar muito bem com um enredo repetitivo, nos entregou de bandeja personagens carismáticos, inclusive com uma protagonista FEMININA forte, o que é algo difícil de se ver nos livros de fantasia (infelizmente). Podemos falar que Brandon pegou uma comida simples e nos serviu com um banquete.

De todos os fatores que enriquecem o enredo clichê, o principal é o sistema de magia criado pelo autor, particularmente, de longe um dos mais criativos que já vi. A alomancia (o dito sistema) consiste na queima de metais para o desenvolvimento de alguma habilidade específica do metal queimado. Dentro do universo existem os Brumosos, que possuem a capacidade de queimar apenas um metal, e existem os Nascidos da Bruma, que conseguem queimar todos os metais alomanticos. É um prato cheio pra fãs de heróis.

Um livro muito equilibrado e MUITO bem escrito. As cenas de ação te deixam alucinado, as cenas de conversa te deixam pensativo, alegre, triste, entre outros. Ainda somos introduzidos a uma política de corte bem estruturada com joguinhos e intrigas inerentes desse ambiente.

No balanço, se vocês estão com esse livro na estante esperando para ser lido, dê prioridade!
O grande nome da fantasia na atualidade não é Martin amigos, é Brandon Sanderson. Com apenas três obras de fantasia publicadas no Brasil, o sujeito me conquistou, seus livros se situam dentro do mesmo universo, denominado Cosmere, mas as histórias nem sempre se interligam. Escrita fluída e leve. Outro ponto a favor do autor é que o mesmo escreve em um ritmo alucinante sem perder a qualidade, ele trabalha em duas ou três obras AO MESMO TEMPO! Espero que Brandon tenha o feedback que ele merece em terras brasileiras, afinal, tem muito mais coisa dele lá fora pra vir ainda! Valeu!

TC PNG

Anúncios

6 pensamentos sobre “Resenha: O Império Final | Brandon Sanderson

  1. É bom ver esses universos criativos criados pelo autores, tendo uma ótima imaginação a pessoa se adapta bem. Contudo o livro não me chamou muito a atenção, mesmo contendo magia! Achei um tanto confuso, mais eu daria uma chance a leitura.

  2. Já tinha visto esse livro por aí e ele já tinha me chamado a atenção (aliás, capas belíssimas essas da Leya hein), mesmo eu não sabendo do que se tratava a história. Agora que sei, fiquei bem interessada, mesmo sendo clichê e já existindo outras histórias do tipo, eu curto e como autor sabendo trabalhar bem é sempre uma leitura válida.

  3. Oi, ainda não conhecia o livro. Gosto muito de livros que se passam em um mundo e eras diferentes e também de livros que tenham uma mulher como protagonista, o que realmente é bem difícil. Fiquei querendo ler o livro. Bjus.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s