Início » Livros » Resenha: O Manual da Garota Geek | Sam Maggs

Resenha: O Manual da Garota Geek | Sam Maggs

Título: O manual da garota geek

Autor: Sam Maggs

Editora: Única

Páginas: 194

Onde costumo comprar (Opções de livro impresso): Saraiva

Sinopse:O manual da garota geek é o guia especial de tudo aquilo que nos faz incrível: nossas paixões. Embora o restante da humanidade acredite que as geeks são pessoas muito estranhas, a verdade é que apenas amamos e nos envolvemos demais com as melhores coisas da vida. Não importa o que você ame – quadrinhos, seriados de ficção científica, literatura juvenil –, se acabou de chegar ou se adora há anos, para ser uma garota geek o importante é amar com intensidade. Desde aprender a iniciar um blog legal sobre seus hobbies, planejar o próximo cosplay, organizar um evento geek ou simplesmente entender que tipo de nerd você é, este livro está aqui para ajudá-la. Encontre aqui tudo o que você
precisa para que sua nerdice seja longa e próspera!

Resenha

11657478_10204219921849559_887403101_n

Gente, que livro gostoso!

Sério mesmo. Levei apenas uma dia para terminá-lo, não só pela quantidade reduzida de páginas, mas porquê ele é super bem humorado e tudo a ver comigo. Pois é, rolou identificação. Maas antes de falar sobre o livro, quero falar uma coisa sobre o título: Fico tristinha quando a brincadeira original do título se perde na tradução. Não que o título brasileiro seja ruim, longe disso, mas há uma brincadeira com um dos grandes livros-geek. Em inglês o título do livro é The Fangirl’s Guide to the Galaxy (eu desconfiei por causa da capa e fui procurar) que é uma alusão a’O Guia do Mochileiro das Galáxias. Pena :/

Sam Maggs, geek feliz e assumida, nos apresenta com muita simpatia o mundo das garotas geeks. Entre tópicos super bem escritos e humorados, ela vai descrevendo a importância da garota geek se aceitar, se respeitar e se apresentar ao mundo sem medo ou vergonha de ser feliz.

11336045_10204219922129566_138077473_n

Temos descrição dos tipos de garota geek mais comuns (me  identifiquei com a maioria kkkk), temos entrevista com mulheres geeks famosas e responsáveis por atuação, criação ou produção de vários filmes, sites, series e livros cultuados como Once Upon a Time, Her Universe e dubladoras de animes. Temos conselhos divertidos e sérios, sobre como lidar com a vida online, como se proteger e ainda conseguir desfrutar de tudo que a internet nos proporciona. E é claro que um dos tópicos é dedicado a como lidar com os famosos ”trolls”.

11653310_10204219921129541_522873066_n

Apesar de falar sobre isso com muita desenvoltura e dar dicas de como ter jogo de cintura com esses tipos, essa é uma discussão bem séria. Há alguns meses eu li um artigo de uma blogueira denunciando a trollagem off-line que estava sofrendo. Pois é. Os caras não aceitavam meninas passeando pelos fóruns de discussão e esta blogueira fez um post sobre isso. Foi o suficiente para chamar todo ódio que o um troll pode ter e começar uma verdadeira guerra contra a garota. Descobriram o endereço e telefones dela e começaram a infernizar sua vida fora da internet. Mandavam pacotes cheios de coisas nojentas, cartas e sms de ódio. Uma coisa completamente desnecessária. Enfim, Maggs fala sobre isso e sobre como você pode levar a melhor sobre estes seres que só precisam de um abraço apertado e um cafuné.

 

 

 

 

 

 

11537235_10204219982651079_1267433206_n

Uma partezinha da minha coleção de objetos geek xD

Há ainda dicas de ”como sobreviver a convenções” onde Maggs explica direitinho como aguentar a maratona de corrida atrás de escritores, produtores e intérpretes em encontros geeks como as Comic Con e vááárias dicas de sites voltados para meninas geeks/nerds e lugares onde ”encontrar sua turma”. Já acessei alguns deles e tô doida pra ir numa Feira Renascentista só por causa da Mother (saudades, How I Met Your Mother :/). Ela também fala sobre como trazer o mundo geek para sua vida real e como começar a fazer cosplay!

Ah, importantíssimo: o capítulo final é dedicado a explicar o feminismo no mundo geek. O livro é obviamente feminista, uma vez que é dedicado a demonstrar que uma garota geek pode e deve sair a público do jeito que quiser sem se sentir mal e Maggs faz questão de nos explicar o termo feminismo e o por quê de ser importante ter isso como filosofia e o melhor é que ela nunca usa extremismos. Muito bom (y)

Minhas coisinhas potterians <3

Minhas coisinhas potterians ❤

Enfim, O Manual da Garota Geek é um livro leve, rápido e certamente um guia indispensável para qualquer garota que passe tempo demais vendo séries, lendo livros/mangás e/ou assistindo animes. E para meninos também!

Anúncios

Um pensamento sobre “Resenha: O Manual da Garota Geek | Sam Maggs

  1. Pingback: TOP: 10 Melhores Leituras de 2015 | Cantar em Verso

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s