Início » Livros » Resenhas :: Por que Indiana, João?

Resenhas :: Por que Indiana, João?

Por que Indiana, João? me foi apresentado mais pela popularidade do autor Danilo Leonardi, fundador de uma das maiores páginas brasileiras sobre literatura Cabine Literária, do que pelo meu interesse nos temas abordados no livro. Para ser honesta, quando soube que o tema principal da narrativa seria o bullying fiquei um pouco decepcionada. O que poderia ser trazido de novo sobre um tema tão discutido nos últimos anos?
Apesar de confiar plenamente na capacidade do Danilo Leonardi de reger um site e produzir conteúdo de qualidade para leitores de todo o Brasil, não sabia o que esperar dele como escritor. Por isso, tive que manter distante minha admiração e respeito por ele, para que a minha resenha fosse 100% honesta. Devo admitir que não esperava muito desse livro, mas tive uma maravilhosa surpresa ao terminar a leitura.

   Título: Por que Indiana, João?

   Autor: Danilo Leonardi

   Editora: Giz Editorial

   Páginas: 208

   Onde costumo comprar (Opções de livro impresso): Saraiva

Sinopse: Você pode pensar que, aos quinze anos, João já deveria estar acostumado com provocações, apelidos e humilhações. Afinal, ele é um típico adolescente deslocado e tímido. Alvo perfeito para a ira dos valentões e para o desprezo das garotas. Mas sua vida muda completamente quando reage a um ataque de seu maior algoz. O golpe de sorte que derruba o valentão é gravado e vira hit na internet. João se vê finalmente admirado, respeitado e seguro. Mas tudo tem seu preço e João vai aprender qual o peso que suas escolhas podem ter não só sobre sua vida, mas sobre as vidas de todos ao seu redor. “Por que Indiana, João?” é o livro de estreia de Danilo Leonardi, editor do canal “Cabine Literária” e parte de uma história quase comum para falar sobre algo que não deveria ser tão comum assim e que faz parte da vida de muitos adolescentes, jovens e até de adultos: o bullying.
A narrativa de Por que Indiana, João? é simples e direta, com a quantidade suficiente de informações que fazem você aceitar bem a estória, mas ao mesmo tempo não se sentir completamente satisfeito. João não é um narrador amargurado pela vida, apesar dos vários eventos desagradáveis que acontecem diariamente na escola – acontecimentos que me causaram desconforto ao ler e para mim esse foi um dos pontos positivos do livro.
Não tenho como evitar o castigo, então passo a cooperar com ele, assim eles poderão acabar logo com isso e eu poderei ir a aula.
O bullying não é tratado de forma banal, como eu temia que pudesse acontecer, e me sentir sensibilizada pelos acontecimentos apresentando por João, porém de forma bastante distante. Eu senti falta de uma aproximação maior com a realidade de outros personagens apresentados no livro,  as suas estórias são passadas rapidamente e logo após são esquecidas – temas interessantes são iniciados, mas não são explorados pelo autor. Analisando de outra maneira, isso é algo compreensivo já que o tema central do livro é o bullying e o protagonista do livro é o João, porém eu me encontrei interessada em conhecer melhor as visões e sentimentos dos personagens secundários e isso foi algo que me deixou frustrada.
DSC01006-001

Arquivo Pessoal

Um dos pensamentos que tive após terminar Por que Indiana, João? foi: “Esse livro pode mudar a realidade das pessoas!” Não quero dizer isso de uma forma exagerada, mas eu realmente acredito que um bom livro pode mudar a vida de alguém. Lembro que a primeira coisa que fiz ao terminar a leitura foi dizer ao meu irmão: “Você precisa ler esse livro!” Porque para mim, uma mulher de 21 anos, foi uma leitura prazerosa e significativa, mas para o meu irmão, um adolescente de 16 anos, acredito que o livro causará maior impacto em seus pensamentos.
Acho que uma parte de mim gostaria de voltar a ser do tipo que se esconde atrás de uma pilastra, mas não dá pra ajudar alguém isolado no meu canto.
Por que Indiana, João? pode ser facilmente discutido nas escolas, para crianças e adolescentes, porque ele não impõe uma moral, ou uma verdade absoluta – ele fala de pessoas reais, que não são inteiramente vitimas, tampouco inteiramente cruéis. Ele fala de pessoas que vivem e lutam para superar seus pequenos ou grandes problemas diários.
No geral, como livro de estreia de um escritor que está se lançando no mercado, não vejo muitos erros para se apontar – a não ser, talvez, uma falta de ousadia do autor em se arriscar mais – porém, mesmo esse ponto, acredito que  poderá ser revelado com o tempo e experiencia do autor. Danilo Leornardi se apresentou como um escritor de muito taleto e me pego ansiosa por conhecer mais do que ele tiver para revelar no futuro.

 

Danilo Leonardi daniloé um leitor nato, mas nunca pensou que sua ambição de escrever um livro se concretizaria até nascer a ideia de “Por que Indiana, João?”. Criador de um dos maiores sites de literatura do Brasil, acredita no poder da leitura e se esforça para que ela se torne cada vez mais popular.
Ana

 

Anúncios

18 pensamentos sobre “Resenhas :: Por que Indiana, João?

  1. Oi Ana, tudo bom?

    Ainda não li esse livro, mas pretendo. Essa foi uma das minhas indicações para os meus alunos de quinto ano em 2014 e eles adoraram. A capa chamou a atenção deles e o assunto também. Tenho amigas fascinadas pelo Danilo e quero muito ler o livro por causa delas. Adorei a sua resenha, fico cada vez mais curiosa por ele a cada resenha.

    Beijos, Rob
    http://estantedarob.blogspot.com.br

  2. Olá, Ana! Tudo bom?

    Acompanho o trabalho do Danilo através do Cabine Literária e desde o lançamento desse livro estou com muita vontade de lê-lo. Creio que a narrativa seja semelhante a Extraordinário, de R.J. Palacio, já que trata sobre temas semelhantes. Como já disse, quero muito ler esse obra, então posso afirmar que a comprarei assim que possível!

    Até mais,
    Sérgio H.

    http://www.decaranasletras.blogspot.com

  3. Olá Ana. Eu já conhecia o Cabine Literária de nome, mas acho que nunca nem entrei no site rs
    O tema é batido mesmo, mas trazer algo novo sempre depende do autor, e gosto de acreditar que eles sempre farão isso, porque não temos mais muitos assuntos novos para discutir rs
    É bacana saber que o livro trás boas reflexões. É importante, principalmente quanto trata de assuntos tão reais e que afetam tantas pessoas.
    Acho o título curioso, mas não tenho interesse em ler o livro no momento.

    Beijiinhos ;*
    Andressa – Blog Mais que Livros

  4. Olá!
    Acompanho o canal do Danilo, e as outras redes também, e estou interessado no livro por conta disso. É um tema interessante e pretendo ler em breve.
    Gostei da sua resenha 🙂
    Até mais!

  5. Oi, Ana!
    Ao contrário de vc, nem sabia quem era Danilo até ver o livro e procurar o tal Cabine, então, se e quando eu for ler, não terei expectativas nem um olhar pessoal. O tema realmente é batido, mas, pensando bem, que assunto não o é hoje com a quantidade de livros por aí? Se ele desenvolveu bem a história e chegou ao objetivo, já está ótimo.
    Acho o título muito criativo, mas o livro não me desperta aquela urgência de ler. Talvez um dia…
    Beijinhos!
    Giulia – http://www.prazermechamolivro.com

  6. Olá…bom o livro não me interessou muito… apesar do tema ter me chamado atenção…. eu acho que livros que traz uma discussão é sempre válido ler, mas ele tem que chamar atenção… tem que me cativar de alguma forma… e esse em si não me encantou muito. Eu desejo sucesso ao autor e que ele possa atingir mais leitores… Xero!!

  7. Oi, Ana! Tudo bem?!
    Se não fosse pela sua resenha eu não me interessaria por esse livro. Mas sua resenha foi tão honesta, mostrando tão bem o livro, que acho que o autor deveria te dar um bela comissão.
    Como professora, já fiquei aqui pensando em uma aula para trabalhar com o livro. E pensando em usar o teu texto também, para aprofundar o debate.
    Gente, como o bullying é um tema que temos que abordar todos os dias na escola. E quanto mais a gente souber do assunto melhor.

    Parabéns pelo texto!

    • Muito obrigada, Nilda! Fico feliz que o meu texto tenha feito você se interessar pelo livro. É uma estória que me cativou muito e espero que goste dele tanto quanto eu 😀

      Beijos 🙂

  8. Ola Ana , esse livro está em minha lista de desejados, adoro livros com esse tema, pois sempre aprendemos algo, e fiquei feliz em saber que o livro passa uma bela mensagem, nem sempre o autor consegue falar desse assunto sem o livro ficar pesado, gostei do fato de João enfrentar o inimigo. beijos

    Joyce
    http://www.livrosencantos.com

  9. Oi Ana, tudo bem?
    Você ter dito que eles não eram inteiramente vitimas e nem inteiramente culpados, me fez pensar que todos são responsáveis pelo fato descrito no livro. Mas na vida real, nem sempre é assim, a regra é a pessoa ser 100% vítima. Temos vários casos verídicos que beiram a crueldade. É um assunto muito importante de ser discutido nas escolas, concordo com você.
    Não só discutido, precisamos de mudanças comportamentais. Me dá medo pensar que crianças estão ferindo crianças.
    Parece ser um bom livro, que retrata um assunto mito importante.
    beijinhos,
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    • Olá Cila! Quando falei sobre eles não serem inteiramente vitimas, tampouco inteiramente cruéis, quis falar de uma realidade que é comum em casos como descritos no livro Por que Indiana, João? Da vitima se tornar a pessoa que prática o bullying, como uma especie de vingança a violência sofrida. Concordo que na maioria dos casos as vitimas são 100% vitimas, mas no livro Por que Indiana, João? quando o jogo é trocado, vemos que todos são apenas pessoas normais de carne, osso e sangue. Vitimas também podem ser causadoras de atrocidades, e eu me recuso a pensar que as pessoas possam ser inteiramente cruéis, logo eu gostei dessa humanização dos personagens desse livro.

      Obrigada pela reflexão que o seu comentário me causou! rs 🙂

  10. Olá

    Achei muito bacana quando destacou que esse livro pode mudar a vida das pessoas. Desde que fora lançado que tenho vontade de ler e nesta época eu nem tinha me atentado pro assunto ou premissa, fui como você pelo que conheço do autor no Cabine Literária. Espero poder ler o livro em breve e vou querer autografado, porque o autografo que ele está dando no livro é muito legal!

    Abraço!
    http://www.umomt.com

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s