Início » Geral » Resenhas :: Desafio

Resenhas :: Desafio

Perdoem-me o trocadilho podre, mas foi um desafio conseguir fazer essa resenha. Por diversas vezes tentei escreve-la e sempre me vi em um ponto onde ficava quase impossível conclui-la. E talvez, até agora, eu esteja assim.

Título: Desafio

Autor: C. J. Redwine

Editora: Novo Conceito

Páginas: 368

Onde costumo comprar (Opções de livro impresso): Submarino/Amazon/Fnac

Sinopse: No interior das muralhas de Baalboden, à sombra do brutal Comandante da cidade, Rachel Adams guarda um segredo. Enquanto as outras garotas fazem vestidos e obedecem a seus Protetores, Rachel é capaz de sobreviver nas florestas e de manejar uma espada com destreza. Quando seu pai, Jared, é declarado morto em uma missão, o Comandante designa para Rachel um novo Protetor: Logan, o aprendiz de seu pai, o mesmo rapaz a quem Rachel declarou o seu amor há dois anos, e o mesmo que a rejeitou. Com nada além da forte convicção de que seu pai está vivo, Rachel decide fugir e encontrá-lo por conta própria. Mas uma traição contra o Comandante tem um preço alto, e o destino que a aguarda nas Terras Ermas pode destruí-la.

Em Desafio temos dois locutores: Rachel e Logan. Eles vivem em uma cidade-estado chamada Baalboden, que é cercada por muralhas para proteger seus habitantes do Maldito. A cidade vive sob a liderança do Comandante, um homem extremamente cruel e arrogante que acredita que todos da cidade lhe devem lealdade pelo simples fato dele ser o único que pode manter o Maldito longe da cidade.
O peso da piedade que eles sentem parece ser uma pedra amarrada ao redor do meu pescoço.

Rachel tem uma personalidade irritante. Ao mesmo tempo em que você “olha” para essa garota e a ama por toda a sua coragem, suas habilidades, sua paixão e lealdade você também a odeia pela sua estupidez e irresponsabilidade. Apesar de ter que tomar decisões importantes e saber pesar o que deve ou não ser feito sem que isso, de fato, a prejudique (ou a Logan) ainda sim ela tem momentos que se deixa agir pelos seus sentimentos (raiva e vingança) ao invés de fazer o que simplesmente estava no plano.

Logan é total oposto de Rachel: Inteligente, tímido e carismático ele de cara conquista o leitor. É muito fácil concordar com suas decisões quando ele te da os argumentos certos. Ele mede suas decisões baseadas em fatos e elabora planos para que seus objetivos sejam alcançados. Logan também ganha a simpatia do leitor pois, afinal, todo mundo adora um coitadinho que se torna um bom homem (é verdade, não pude evitar falar isso).

Instagram @cahinthurn

Instagram @cahinthurn

Existe um perfeito equilíbrio entre os personagens; E fica evidente a importância desse detalhe quando os personagens admitem estar apaixonados. É um detalhe que eu deixaria passar em uma história como essa, mas veja bem: Me chamou a atenção.

No inicio eles não se davam bem e Rachel odiou quando Logan foi designado para ser o seu novo Protetor. Ler sobre o curto tempo em que eles conviveram juntos faz o leitor se apaixonar não apenas por Rachel ou por Logan e sim por Rachel & Logan, entende? Eles se amam e se odeiam. Clichê, mas fica bonito quando eles são separados e acabam percebendo isso no pior momento e decidem que devem continuar sua jornada não apenas pelo Jared (pai de Rachel), mas também um pelo outro.

O único objetivo de Logan e Rachel nesse livro é encontrar Jared, assim como é o objetivo do Comandante. Ele usa da determinação de Rachel de encontrar o seu pai para ameaça-los e, esperto como é já percebendo que Rachel sente algo por Logan e vice-versa, usa desse suposto sentimento para chegar ao seu objetivo sem sujar as mãos.

– Você não pode atacar todas as pessoas que sacam uma arma – diz ele quando percebe que eu estou olhando para a faca.
Ele esta errado. Se você não atacar primeiro, acaba perdendo tudo.

Apesar de todas as características de distopia o livro trás algo a mais, que é a presença do Maldito: um dragão sem asas que causa destruição e morte por onde passa. E o Maldito não está ali apenas para assustar os personagens, na realidade ele tem enorme importância na história já que o poder do Comandante começou quando ele, supostamente venceu uma batalha contra a criatura; Assim como a importância de encontrar Jared se da por conta de um artefato que ele possui que tem relação com o Maldito.

Desafio é uma trilogia e eu estou super curiosa para ler a sequencia, pois eu necessito de mais detalhes sobre o Maldito, afinal é o único detalhe que faz a história sair do clichê mocinha e mocinho lideram uma revolução contra seus líderes. É um livro onde a leitura flue bem, qualquer fã do gênero vai adorar.

C. J. Redwine  mora em Nashville (Tennesse) com os filhos, marido, dois gatos e um cachorro. Ela se dedica exclusivamente a carreira de escritora, e tem alguns amigos muito queridos que não consegue visitar com frequência. Desafio é seu primeiro romance.

 

Anúncios

25 pensamentos sobre “Resenhas :: Desafio

  1. Oi, Flor! Tudo bom?

    Gostei da capa logo de cara, ando assim agora, e como você disse a história parece ter um ótimo equilíbrio, apesar dos protagonistas causarem ódio e amor, tenho certeza que isso é um dos elementos que nos fazem continuar com a leitura. Gostei do fato de tentarem enfrentar o mal maior e mudar a vidas, esperamos por esse momento desde que sacamos do que se trata a história! Adorei sua resenha e principalmente sua sinceridade!

    Beijinhos,
    http://www.percepcoes.blog.br/

  2. Olá,

    Fiquei super curioso com o livro, adoro imensamente distopias! E uma que envolve dragão melhor ainda. Nunca vai na verdade um assim, e achei atraente a ideia. O ruim de personagens irritantes é que acabamos nos chateando sem querer querendo com o livro é inevitável. Mas ganhou um ponto saber que ele é narrado nas perspectivas de dois personagens, gosto disso. Nos deixa a par das coisas, sentimentos e pensamentos dos personagens principais.

    Beijos, adorei a resenha e vou pesquisar mais sobre o livro!

  3. Mias uma super indicação de Desafio o/
    Ainda bem que garanti meu exemplar, só não posso me empolgar e pega-lo agora =/
    Mais será uma das próximas leituras.
    Distopias são sempre ótimas, mas quando elas trazem um elemento novo ainda mais mais né?! Espero gostar dos protagonistas.. isso se eu não quiser matar a Rachel pela sua irresponsabilidade hahaha

    Beijiinhos ;*
    Andressa – Blog Mais que Livros

  4. Olha, fiquei aqui morrendo de curiosidade de conhecer o Maldito! rs… Realmente ele é um diferencial e tanto dessa distopia! Amo demais o gênero e quero muito conhecer essa história, mas como é uma trilogia, pretendo aguardar a publicação de todos os volumes para ler.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

  5. Acredito que se eu lesse esse livro iria odiar a Rachel, sei lá, ela parece o tipo de personagem que me deixa irritada kkkkk Mas mesmo assim o livro me deixou interessada, parece ser bem bacana, só que no momento eu não estou comprando livros, pois tenho alguns na fila e fiz promessinha de não comprar enquanto eles não forem lidos, então eu não lerei tão já esse livro :c

    Beijos :*
    Larissa – http://srtabookaholic.blogspot.com.br

  6. Olá

    Até achei alguns detalhes da trama interessante, não gostei nada do que falou sobre a protagonista irritante, mas o dragão parece valer a pena. Mesmo assim, não me interessei muito pelo livro, também não me chamou a atenção essa capa. É algo que eu facilmente dispenso, mesmo que seja um tanto quanto curioso.

    Abraço!
    http://www.umomt.com

  7. Ola desde o lançamento me encantei com esse livro ,e lendo sua resenha só vem a confirmar, mesmo com a Protagonista cheia de frescura as vezes Logan vem para balancear o romance .
    Estou com ele no Kobo não vejo a hora de começar. beijos

    Joyce

  8. Oi,

    eu me encantei por esse só pela capa, que já faz um tempão que eu há vi, numa divulgação que seria lançado no Brasil, bom eu ainda não consegui sentir aquela explosão de sentimentos pelo casal principal, mas parece que quando eu ler vou conseguir mudar isso né? Ainda não sei quando lerei o livro, mas senti uma imensa vontade de conhecê-lo.

    Mayla

  9. Oi, achei a capa desse livro belíssima! Fiquei namorando-o na livraria um tempão, mas acabei não trazendo. Gostei muito da sua resenha, e que bom que fugiu um pouco do clichê mocinho/mocinha contra o mundo HAHAHAHAH. Será que irei odiar a Rachel? </3

    Beijos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s