Início » Geral » Artigo Original » Livro bom é livro lido

Livro bom é livro lido

livrovslivro

Ler por prazer, ler por obrigação, ler por ler, ler. Ler todos os livros do mundo, ler romances, apenas ficção, ou, particularmente, ater-se aos futuros distópicos… Não esqueçamos dos utópicos. Há quem prefira os clássicos e sempre os releia, até que outros se tornem os próximos clássicos. Como em um ciclo, as diferenças literárias existirão e isso faz parte da natureza humana. Há quem leia, há quem não leia, quem goste e quem não goste. Mas o grande embate que tem se erguido atualmente é, meu livro é melhor do que o seu? O gênero literário que eu prefiro ler, possui mais qualidades que o gênero que você prefere ler? Meus clássicos sobrepõe-se as suas literaturas de massa? Minha resposta é clara e categórica.

Não.

É engraçado, ou desnecessário em um mundo como o qual vivemos hoje, nos preocuparmos com a qualidade do conteúdo do que se é lido. É como uma inversão de valores, onde aquele que reclama sobre a hierarquia ou as injustiças as quais todos são acometidos durante o dia-a-dia, resolva, por sua vez, discutir que determinada leitura é insólita, desmerecendo-a. Mas, pergunto-lhe, por que? Por que eu deveria crer que a minha leitura me acrescenta menos do que a sua o acrescenta? Por que eu deveria considerar que torno-me menor como leitor por ler um livro que me causa satisfação, sendo de linguagem simples, erudita, rebuscada ou complexa? Bem, eu não citarei autores, mas tenho certeza que muitos perpassarão em suas cabeças quando o termo popular vir à tona. Por que um livro que se torna popular, torna-se imediatamente mal visto diante de um público aristocrata, que prega e constrói valores que, afinal, não são valores. Preconceito baseado, ou mascarado, no enganado pensamento do livro bom versus livro ruim.

Existe livro bom, sim. Livro que traz a tona sentimentos. Que faz sorrir, chorar, corar, que permanece na lembrança, que conquista a cada palavra, parágrafo escrito, a cada personagem descrito. Livro bom é livro na livraria, na estante, na mão do leitor, na cabeça de quem lê, de quem o cria. Livro que arranca suspiros. E esqueçamos os pensamentos de que por um acaso devemos julgar tal história, que encantou alguém, em algum lugar. Esqueçamos essa ideia despótica de melhor ou pior. De tentar tornar diminuta uma história, quando diminuta é a ideia de diminui-la, assim. Cresça. Desapegue-se de rótulos e expanda a sua mente.

Livro bom é livro lido. Em todos os seus gêneros, nuances e tramas. Porque ler só nos tem a acrescentar, nada a tirar. Ler é um ato de amor, pois bem. Não de rancor. Portanto, leiamos. Leiamos por amor, prazer, ou ora por mais o quê se queira ler.

 

Anúncios

Um pensamento sobre “Livro bom é livro lido

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s